0

A Votorantim Cimentos, empresa internacional de materiais, minerais e soluções, atingiu um novo recorde de vendas no mercado agrícola. Em 2020, foram comercializados 5 milhões de toneladas de insumos agrícolas pela unidade de negócios Viter, voltada ao agronegócio. De acordo com os dados mais recentes da Abracal (Associação Brasileira dos Produtores de Calcário Agrícola), o país produziu 43 milhões de toneladas do insumo em 2019.

“Nosso volume de entrega recorde ao mercado é resultado da combinação do crescimento do agronegócio no país no ano passado com a consolidação de projetos e a expansão do portfólio de produtos da Viter. Esse aumento também mostra a tendência de o produtor rural buscar cada vez mais soluções que elevem a produtividade do solo, trazendo melhor resultado para seu negócio”, afirma o gerente-geral da Viter, Laercio Solla.

Em maio de 2020, a Votorantim Cimentos apresentou ao mercado a Viter, a marca da sua unidade de negócios de insumos agrícolas. A nova identidade reforça a estratégia da companhia de ampliar a sua atuação no agronegócio, aproximando-se ainda mais do produtor rural brasileiro. Atualmente, a Votorantim Cimentos é líder na comercialização de calcário agrícola no Brasil e a única empresa com presença nacional.

A produção de insumos agrícolas da Viter está distribuída em oito fábricas no Brasil. Nas regiões Norte e Centro-Oeste, há operações nas cidades de Nobres (MT), Xambioá (TO) e Sobradinho (DF). A região Sudeste é abastecida por unidades em Itapeva (SP), Salto de Pirapora (SP) e Itaú de Minas (MG) e Paracatu (MG). Já a região Sul é atendida pela operação de Rio Branco do Sul (PR).

No ano passado, a Viter também lançou no mercado o Optmix. O produto corrige, nutre e condiciona o perfil do solo em uma única aplicação, já que reúne na sua composição calcário e gesso e, com isso, disponibiliza três macronutrientes essenciais: cálcio, magnésio e enxofre. Além de proporcionar a recuperação do solo, o Optimix contribui para melhorar a gestão de estocagem de insumos e na redução dos custos.

Em 2019, a Votorantim Cimentos anunciou um plano de investimentos de R$ 200 milhões para os próximos cinco anos. Esse valor inclui o desenvolvimento de novos produtos e o aumento da capacidade de produção da Viter, que tem um amplo portfólio comercializado com as marcas Calcário Itaú, Cal Fértil e Optimix.

“Nosso propósito é perpetuar o potencial máximo do solo do agricultor, garantindo a sustentabilidade da produção. O solo é a base da boa produtividade de uma lavoura e esse é o nosso foco. O recorde na expedição de insumos agrícolas em 2020 demonstra que a nossa estratégia de atuação no agronegócio está no caminho certo”, afirma o diretor de Operações no Brasil da Votorantim Cimentos, André Leitão.

A agricultura começa no solo

Os solos brasileiros, em especial o do bioma Cerrado, possuem pH (nível de acidez) excessivamente ácido, o que leva à diminuição na disponibilidade de nutrientes como fósforo, cálcio, magnésio e potássio que, dependendo do manejo e da adubação utilizados, podem atingir níveis de deficiência e toxidade às plantas.

O manejo correto do solo, por meio da calagem, também oferece ganho ambiental, grande preocupação da agricultura moderna, e inclui conceitos de conservação e sustentabilidade, de modo que os recursos naturais, notadamente o solo e a água, possam ser conservados para gerações futuras. O uso de calcário agrícola melhora as propriedades físicas do solo, proporcionando melhor aeração e circulação de água, favorecendo o desenvolvimento das raízes.

centralrbn

Shopping Barra amplia horário de funcionamento

Artigo anterior

Confira dicas de saúde para tornar a vida dos idosos mais ativa e saudável

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Notícias