Conecte-se conosco

BA

Tempo chuvoso deve se estender até o fim de semana em Salvador

Publicado

em

Tempo chuvoso deve se estender até o fim de semana em Salvador
Foto: Jefferson Peixoto/Secom

A atuação de uma frente fria, somada à convergência de umidade em baixos níveis, favorece a ocorrência de chuvas significativas em Salvador, seguidas de relâmpagos e trovoadas, como as registradas na madrugada de ontem (28). A tendência é que o tempo chuvoso se estenda durante toda a semana e próximo final de semana.

Para amanhã (30), a previsão é de tempo nublado a parcialmente nublado com chuvas de intensidade variando entre fraca a moderada, com risco para deslizamentos de terra devido aos acumulados dos últimos dias. A temperatura deve variar de 23ºC a 28ºC.

Para a quarta e quinta-feira, a previsão é de céu claro a parcialmente nublado com chuvas a qualquer hora do dia e a temperatura deve variar entre 24ºC e 31ºC. Na sexta-feira, a tendência é de céu nublado a parcialmente nublado com chuvas a qualquer hora do dia e temperaturas variando entre os 24ºC e 30ºC.

No sábado, o céu deve ficar nublado a parcialmente nublado e as chuvas devem ocorrer a qualquer hora do dia. A temperatura será de 24ºC a 28ºC. Para domingo, a tendência é de céu nublado com chuvas a qualquer hora do dia e temperaturas variando entre 23ºC e 28ºC.

“A Defesa Civil de Salvador mantém plantão ininterrupto de 24 horas com equipes de prontidão para os atendimentos emergenciais que se façam necessários, monitorando as condições do clima e emitindo alertas, voltados principalmente às comunidades que vivem em áreas de risco”, afirma o diretor geral da Codesal, Sosthenes Macêdo.

Novembro mais chuvoso – Os acumulados de chuvas em 28 dias do mês de novembro na capital baiana já ultrapassam em quase 300% a média histórica (normal climatológica) para o período. A Estação Pluviométrica do Inmet, instalada em Ondina, registrou 304mm, quando o normal esperado é de 106,5mm.

Tem sido o novembro mais chuvoso da última década, sendo superado apenas em 2011, quando choveu 319,2mm. As informações são do Centro de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil de Salvador (Cemadec).

As normais climatológicas são médias de parâmetros meteorológicos computadas em um período de 30 anos consecutivos, obedecendo a critérios recomendados pela Organização Mundial de Meteorologia (OMM). No caso de Salvador, este padrão é determinado por medições realizadas nos últimos 30 anos pelo pluviômetro de Ondina, então o único existente na cidade.

Em outras regiões, já choveu três vezes mais, como no Engenho Velho de Brotas (348mm), na Pituba-Parque da Cidade (330,8mm) e em Brotas (330,6mm).

Os maiores acumulados de chuvas em 24h (dados atualizados às 16h35) foram registrados na Ilha dos Frades (19,8mm), São Tomé de Paripe (3,4mm) e Plataforma (3mm).

Fenômeno – A alta probabilidade de continuidade de condições de La Niña (92%) poderá gerar condições para precipitação no Leste do Nordeste, inclusive Salvador. La Niña é um fenômeno oceânico-atmosférico caracterizado pelo resfriamento anormal das águas do Oceano Pacífico Equatorial, sendo um evento com particularidades opostas ao El Niño.

Raios – Para evitar acidentes com raios, a Codesal recomenda que, se possível, não saia para a rua ou não permaneça na rua durante a tempestade, a não ser que seja absolutamente necessário.  Em caso de emergência, inclusive em situações como ameaça de deslizamento de terra ou de rachaduras no imóvel, a população deve ligar para o número gratuito 199.

Foto: Jefferson Peixoto/Secom

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *