Sub Rosa lança novo álbum “11:11”

A banda mineira de rock progressivo Sub Rosa inova ao lançar, junto ao seu novo álbum, “11:11”, um jogo de Tarô exclusivo, cujos arcanos correspondem a cada uma das músicas. O CD duplo está sendo lançado pelo selo Progressive Rock Worldwide. As 22 músicas narram uma autêntica “Jornada do Herói”, com linha narrativa inspirada na biografia do filósofo e artista Eduardo Marinho. A banda é formada por: Bárbara Laranjeira (bateria e voz), Rudolf Pinto (guitarras e violão), Alexandre Salgueiro (teclados e voz), Reinaldo José

(baixo e voz) e Antônio ToSan (teclados).

Cada uma das músicas é retratada visualmente nas cartas do Tarô Sub Rosa, em uma aventura multissensorial repleta de simbolismos e citações aos clássicos da literatura e da filosofia mundial, além de inusitadas referências à cultura pop. O resultado é um caldeirão efervescente de sons e imagens, cheio

até a borda de estímulos diversos, provocações e questionamentos, que dificilmente pode ser esgotado em uma primeira apreciação. Em meio ao marasmo que parece tomar conta de boa parte da produção cultural no Brasil e no mundo de hoje, o lançamento de “11:11” é um revigorante lembrete do quanto a arte existe para nos tirar de nossas zonas de conforto e nos impulsionar para a evolução individual e coletiva.

As músicas tratam do desenvolvimento humano, com uma abordagem junguiana dos arquétipos dos 22 arcanos maiores do Tarô, que ganharam uma versão inédita, concebida pelo baixista e principal compositor da banda, Reinaldo José, juntamente com a artista plástica Marina Marques. Como revela o baixista, o processo de elaboração das cartas foi deliberadamente minucioso: “Cada mínimo detalhe do Tarô Sub Rosa tem uma razão de ser, para inspirar  determinados gatilhos no subconsciente”. Joyce Baleioleta também desenhou uma segunda versão dos arcanos maiores, para o encarte do CD. Está nos planos da banda futuramente lançar os arcanos menores de seu Tarô, juntamente com os próximos álbuns.

É claro que um trabalho dessa magnitude e complexidade não poderia ser realizado da noite para o dia. “O álbum 11:11 levou mais de 6 anos para ser gravado”, conta Reinaldo. “Nesse período, a banda mudou demais. Desde a formação até o modo de atuar como grupo musical. O álbum fala da evolução

humana, através da Jornada do Louco, e acabamos nós mesmos fazendo essa jornada, de forma coletiva. Enfrentamos muitas situações, encontramos e nos despedimos de pessoas, combatemos nossos demônios internos e externos, e

hoje estamos muito diferentes da banda que entrou em estúdio. No fim, 11:11 é um retrato da evolução da própria Sub Rosa, enquanto grupo, e dos seus integrantes, individualmente.”

O novo trabalho da Sub Rosa pode ser adquirido, em um luxuoso álbum duplo, no site da gravadora Progressive Rock Worldwide, e de forma digital em todas as plataformas de streaming. Aventure-se nessa inebriante peregrinação musical e artística!

Um lançamento Naza Music no dia 11 de novembro em todas as plataformas de música.

Ouça: https://subrosa.bfan.link/11-11