Conecte-se conosco

Estilo e Vida

Sete lições dos samurais para enfrentar os medos na pandemia

Publicado

em

Sete lições dos samurais para enfrentar os medos na pandemia

Para atravessar calamidades não basta ter calma, precisa ter coragem e satisfação, como pregavam os lendários guerreiros samurais. Em tempos de pandemia e lockdown, se inspirar nos sete pilares da filosofia samurai pode ajudar a atravessar a tormenta com a mente, corpo e autoestima fortalecidos. E isso não requer treinamentos com espada. Fazer uma boa ação, praticar solidariedade, não espalhar fake news e ser gentil com o próximo podem ajudar a vencer o medo.

O código que define a conduta dos guerreiros orientais tem conceitos que auxiliam na conquista de mais qualidade de vida. Justiça, benevolência, coragem, compaixão, verdade, polidez e lealdade são os pilares que sustentam a força, a determinação e a resiliência dos samurais. “Ser sensível ao sofrimento e às necessidades do outro nos traz resiliência para enfrentarmos nossas frustrações e encontrarmos ânimo e disposição para sermos fortes e confiantes na batalha que vivemos”, explica o consultor de executivos e guerreiro samurai com formação no Japão, Wagner Thiele.

Uma importante lição a ser aplicada neste momento é a verdade, diz o consultor. “Não crie polêmicas com informações falsas, não divulgue informações que desviam as pessoas do caminho da verdade. A verdade tem o poder de salvar vidas”.

Sete lições dos samurais para enfrentar os medos na pandemia

Wagner Thiele participa da cerimônia do chá

Segundo Thiele, nunca foi tão importante absorver o que esses guerreiros podem ensinar. Sempre acostumados a lidar com o risco iminente, com a guerra, com as atrocidades da vida e da natureza, desenvolveram um pensamento para ter foco. “Pratique boas ações, ajude o próximo. Neste momento de crise, a solidariedade é fundamental”, diz.

“Neste momento de pandemia temos a oportunidade de, assim como os samurais, olhar para nossa vida e ver o que podemos fazer melhor, através da simplicidade. Melhorar a maneira como a gente pensa, como se relaciona, desenvolver um código de honra para superarmos os desafios, enfrentarmos o medo com coragem, conversarmos sobre o conflito com polidez e desenvolvermos muito mais respeito dentro de nossas casas”, afirma Thiele.

O consultor conta que os samurais aprenderam a valorizar a simplicidade de cada momento. “Por isso o que importa é o que se vive no presente, no agora, sem projeção de futuro. E é assim que devemos nos portar neste momento incerto, em que existem mais dúvidas do que respostas. Vamos vencer cada dia dessa pandemia com a força interior que temos e não ficarmos projetando o que vai ser no futuro. A força está dentro de cada um de nós e os pilares dos samurais podem nos ajudar a construir essa fortaleza necessária para nos proteger”, afirma.

Sete lições dos samurais para enfrentar os medos na pandemia

Wagner Thiele é guerreiro samurai, com formação no Japão

SETE PILARES SAMURAIS PARA QUALIDADE DE VIDA:
1- Justiça – ser justo é ser seguidor do bem comum, é zelar pelo coletivo de acordo com as regras e as normas do combate à pandemia.
2- Benevolência – quando somos benevolentes, praticamos o altruísmo e com isso nos sentimos úteis. Essa sensação nos traz bem-estar e alegria.
3- Coragem – a coragem é a força do nosso coração para enfrentarmos nossos medos e depende das virtudes que formamos em nosso caráter.
4- Compaixão – ser sensível ao sofrimento nos traz ajuda a enfrentar nossas frustrações e a encontrar ânimo para sermos fortes e confiantes.
5- Verdade – não criar polêmicas com informações falsas é fundamental para um coração limpo. Busque a verdade e seja verdadeiro.
6- Polidez – seja gentil com todos, só guerreiros poderosos conseguem ser delicados para expressar o que pensam, por isso influenciam um batalhão a lutar por um propósito.
7- Lealdade – ser leal é vital para vencer uma causa. Hoje a nossa é o combate à pandemia: devemos sair dela melhor do que entramos.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *