Conecte-se conosco

Notícias

Responsabilidade social: O Boticário transforma plástico reciclado para melhorar a estrutura de escolas em todo o Brasil

Avatar

Publicado

em

O Boticário sela um compromisso real e tangível com a responsabilidade socioambiental no Brasil. A partir de 2021, a marca desenvolverá espaços pedagógicos utilizando itens reciclados para fomentar a educação em 15 escolas públicas no país. Por meio de uma pesquisa em andamento via Instituto Grupo Boticário – que incentiva e promove o desenvolvimento social no Brasil através de projetos sociais e culturais – será possível identificar junto às instituições de ensino quais são as carências de equipamentos. Com o diagnóstico, a marca conseguirá direcionar estes espaços conforme a indicação necessária, como biblioteca, laboratório, sala de música/artes.

Os espaços pedagógicos de 30m2, compostos por aproximadamente 2.2 toneladas de plástico reciclado, também recebem mobília interna feita a partir de materiais sustentáveis e serão entregues às escolas já prontos para uso. O projeto exigiu desenvolvimento de tecnologias para reciclagem de resíduos plásticos gerados pela indústria para a geração de matéria-prima segura e adequada às aplicações construtivas, seguindo todo o protocolo de segurança. O projeto segue a mesma tecnologia utilizada nas lojas sustentáveis – no final de 2020, a marca inaugurou sua primeira pop up sustentável, no Parque Ibirapuera, em São Paulo. Feita a partir de resíduos plásticos, o espaço é composto por até três toneladas de plástico reciclado – o equivalente a, aproximadamente, mais de 60 mil garrafas PE

A jornada de sustentabilidade do Boticário é um caminho que vem sendo trilhado há décadas, através de iniciativas que geram impacto positivo em toda a cadeia e sociedade, reforçando também a tomada de consciência sobre a importância da reciclagem. Criado em 2006, o Boti Recicla, seu programa de logística reversa, é atualmente o maior programa em pontos de coleta do país no segmento de beleza, com quase 4 mil pontos espalhados em 1.750 cidades brasileiras. Na Bahia, são mais de 300 locais de coleta de embalagens de cosméticos vazias, entre lojas e pontos de revendedor.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA