Conecte-se conosco

Lançamento

Quarantine: um olhar crítico sobre a profunda dor e sofrimento causadas pela pandemia

Confira o novo single, seguido de um novo videoclipe lançado pelo cantor mineiro Rubah, nesta terça-feira (21)

Publicado

em

Quarantine: um olhar crítico sobre a profunda dor e sofrimento causadas pela pandemia

O caos pandêmico que assola o mundo, fez com que muitos passassem a refletir sobre a vida de forma mais intensa possível. É com isso, que a letra do mais novo single do cantor e compositor mineiro Rubah, chamada “Quarantine” chegou nesta terça-feira (21), nas plataformas digitais, com ar amistoso e representando bem o sentimento humano neste tempo sem fim.

Rubah define que o lançamento é resultado de dois anos de muito esforço realizados em um estúdio, resultando na tamanha grandiosidade musical. Ainda neste período, chegaram a produzir dois EPs, “Encruzilhada” e “Libertad”, com boa aceitação do público, que simbolizam a inquietação artística, sonora e  necessidade de liberdade traduzidas em uma só canção.
“O público pode esperar um som muito singular e mais pesado que os anteriores até pela própria temática”, explica Rubah sobre as novidades do novo trabalho.

Ouça aqui o single: https://open.spotify.com/album/1VIwptrCW1zbuAVjPSn3rI

Ao longo de toda jornada dentro da cena, todos os singles e videoclipes tiveram uma repercussão significativa, inclusive daqueles que são meros apreciadores do rock. Pelo bom retorno, veio a necessidade de ir além com as letras de cada single lançado.

“Isso nos deixa cada dia mais criteriosos com as composições e o som que entregamos a todos”, avalia Rubah sobre em criar um som de altíssima qualidade.

Ideias, letras, sons e composições sempre estão em mente. O contexto de pandemia impediu de acontecer novas gravações, que segundo Rubah, tiveram que focar em algumas músicas com muita dor no coração.

A gravação do single “Quarantine” contou mais uma vez com o trabalho dos produtores Rone DMZ e de Jorge Guerreiro, que já trabalhou com o Sepultura, Pitty, Dead Fish e Matanza. Jorge também colaborou na parte de mixagem e masterização.

Simultaneamente, Rubah, lançou um videoclipe do single, atrelada a mais singela e profunda representatividade da dor e dos sentimentos trazidos pela pandemia, com uma estética um tanto quanto macabra e a voz que representou aqueles que perderam tanto tempo.

No videoclipe, também mostrou o desespero e a dor das vítimas acamadas em hospitais, entubadas e sem o ar para respirar e isso, fez com que trouxesse a luz da razão com mais clareza e cristalina, o sentimento de solidão e isolamento causado pelo lockdown e vale muito a pena conferir essa produção digna de Oscar. Rubah também atuou no clipe. Assista aqui ao clipe: https://youtu.be/m1ZiE0sLSlY .

Rubah é o nome artístico de Edgard Leite de Oliveira, um exímio escritor, compositor, guitarrista e também, músico de Minas Gerais. Sua trajetória na música começa na Banda Misericore em 1999, como vocalista e fundador, lançando importantes álbuns como “Cidadão Perfeito” (2001) e o “Misericore” (2004). Ainda passou por outras bandas como o M.E.K.A em 2007, onde atuou novamente como fundador e vocalista e por fim entre os anos de 2012 a 2015, foi baixista no DOPS, chegando a gravar vários trabalhos de enorme grandeza. 

Siga Rubah e fique por dentro das novidades: 

Instagram: https://www.instagram.com/rubahoficial/

Página do Facebook: https://web.facebook.com/rubahoficial/?_rdc=1&_rdr

Youtube: https://www.youtube.com/c/RubahOficial

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *