Conecte-se conosco

BA

Prefeitura inicia entrega de cestas básicas do mês de julho. Mães de filhos com deficiência e assistidos pelos CRAS são os primeiros beneficiados

Publicado

em

Mães de crianças e adolescentes com necessidades especiais e usuários assistidos pelos Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) de Vila Praiana, Portão, Caji, Itinga I e Itinga II, em Lauro de Freitas, foram contempladas na manhã desta segunda-feira (12), com a entrega de cestas básicas contendo alimentos como açúcar, arroz, feijão, óleo, café, leite, macarrão e proteína. A entrega foi realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Semdesc).

Para a dona de casa Sandra Ribeiro, 39 anos, mãe de uma criança de dois anos com síndrome de down, a cesta veio em boa hora e vai contribuir com a alimentação familiar. “Ainda não consegui aposentar minha filha e ela precisa de cuidados especiais como fraldas e medicamentos. Levando esses alimentos para casa já economizo e consigo comprar mais facilmente as outras necessidades”, disse.

Para a doméstica Jagleide Ferreira, mãe de um adolescente de 15 anos com a distrofia muscular duchenne, a cesta ajuda no orçamento da família. “Em casa somos eu e meus dois filhos menores, ou seja, apenas eu trabalho, mas recebendo essa cesta já posso comprar outros artigos de primeira necessidade”, contou.

De acordo com o secretário da Semdesc, Tito Coelho, até o próximo dia 23 serão distribuídas no total 717 cestas básicas destinadas a este público dos CRAS e também para os trabalhadores do transporte comunitário e transporte escolar, ambulantes e pacientes com tuberculose ou hanseníase, de forma escalonada.

“Entre os meses de janeiro e junho deste ano, a Semdesc distribuiu 2.249 cestas básicas. Considerando o número médio de quatro integrantes por família, cerca de 8.996 pessoas já foram contempladas pela ação”, informou.

“A prefeitura segue buscando alternativas eficazes para viabilizar melhorias para nossos munícipes. Nosso trabalho consiste em compreender os contextos em que as comunidades assistidas estão inseridas e após isso aplicar políticas públicas que oportunizem resultados consistentes para as famílias. A satisfação de perceber alegria em cada pessoa é indescritível e faz com que todo esforço da nossa gestão faça sentido”, completou o secretário.

Nesta segunda-feira, os assistidos do CRAS Areia Branca também receberam os alimentos. Amanhã, dia 13, será a vez dos assistidos do CRAS Vila Praiana e de Portão, além dos trabalhadores do transporte comunitário, serem beneficiados com a entrega das cestas.

 

Jornalista: Giovanna Reyner e Rodrigo Castro

Foto: Maína Diniz

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA