Conecte-se conosco

BA

NOVA DATA: Campanha distribui kits de higiene íntima na sexta (9)

Publicado

em

A Campanha Contra a Pobreza Menstrual, através do Drive Thru Solidário, inicia a entrega de kits de higiene íntima na sexta-feira (9), às 11h, no Lar Pérolas de Cristo, em Paripe. Além desta instituição, também serão beneficiadas as mulheres atendidas no Movimento População de Rua, Instituto Renascer Mulher e Grupo de Apoio à Prevenção à Aids da Bahia (Gapa).

A ação, realizada por alunos da Universidade Salvador (Unifacs) com apoio da Prefeitura, através da Secretaria de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) e Empresa Salvador Turismo (Saltur), foi realizada no último dia 19. Na ocasião, foram arrecadados cerca de 3,4 mil itens.

“A pobreza menstrual é um problema complexo e multidimensional, caracterizado principalmente por questões financeiro-orçamentárias, falta de acesso a produtos adequados para o cuidado da higiene menstrual e questões educacionais sobre a saúde da mulher. Foi muito gratificante o resultado desse primeiro Drive Thru. A secretaria está atenta para desenvolver ações de promoção para qualidade de vida das mulheres da nossa cidade”, afirmou a secretária da SPMJ, Fernanda Lordelo.

À frente do projeto, a estudante de enfermagem Mariana Del Rio, 19 anos, descreve que o apoio dado pela Prefeitura dá voz ao projeto. “Por se tratar de um tema que ainda é tabu, se não tivermos apoio, ninguém nos escuta. Então, ter essas parcerias é de extrema importância para nós, alunos. Nesse momento, vemos que é um assunto de grande relevância para expandir esse conhecimento e mostrar uma realidade que poucas pessoas param para analisar”, frisou.

Números – A falta de acesso aos produtos de higiene durante o período menstrual reflete na vida de uma a cada quatro adolescentes brasileiras, é o que aponta a Organização das Nações Unidas (ONU). Além disso, cerca de 20% das adolescentes não possuem acesso à água em casa, e mais de 200 mil estudam em escolas com banheiros sem condições de uso. Em consequência disso, estima-se que uma em cada dez meninas se ausentam da unidade escolar durante o período menstrual.

 

 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA