Conecte-se conosco

Clip

MC Carol transforma amor próprio, diversidade e sororidade em música e imagem, no novo single e clipe “Levanta Mina”

Publicado

em

Ser quem se é e ser feliz assim! Em “Levanta Mina”, MC Carol versa sobre amor próprio, diversidade e respeito. Inspirada na sua vivência de todo dia como mulher gorda e negra, a funkeira questiona os padrões estéticos impostos pela sociedade, na faixa que já está disponível em todas as plataformas digitais.

Assista ao clipe: https://youtu.be/5EUBHEh5Ue8

Ouça “Levanta Mina”: https://links.altafonte.com/levantamina

“Ao contrário do que muita gente pensa, eu fiz ‘Levanta Mina’ pra mim e não apenas para inspirar outras mulheres. É uma música pra me ajudar nos dias difíceis porque, por mais que eu me ame, não há autoestima que aguente você não encontrar uma base no seu tom de pele, uma roupa do seu tamanho numa loja, não se ver na TV e revistas, entre outras coisas no dia a dia que te excluem direta ou indiretamente”, revela Carol.

Com a participação de influencers, anônimas e até da pequena Elis MC, o vídeo é uma ode à pluralidade de belezas, em especial das mulheres – sejam elas cis ou não – e pessoas que também se identificam com o gênero feminino (como as pessoas bigênero), grupos que geralmente sofrem mais com os padrões alvos das críticas da funkeira na música.  Dirigido e roteirizado por Mariana Jaspe, o clipe “se apropria da estética de publicidade de beleza – que por décadas versou sobre padrões ultrapassados – para hackeá-la ao exaltar gente de verdade, com seus corpos, desejos, peles e pelos, texturas de cabelo, sabores, dissabores, cicatrizes e dobrinhas. Levanta Mina é um filme sobre as infinitas manifestações do belo”, segundo define a diretora.

MC Carol é cria do Morro do Preventório, em Niterói, e um dos nomes de relevância do funk carioca. Sucesso com músicas como “Minha vó tá maluca”, registradas em DVD da Furacão 2000, a MC ficou conhecida pelo grande público em 2015, ao participar de “Lucky Ladies”, reality show da FOX. Em 2016, lançou “Bandida”, seu primeiro álbum, e surpreendeu ao cantar temas como a realidade das comunidades, a sexualidade e o feminismo. Com esse trabalho, a MC mostrou que o funk pode ser usado como arma, para dar a letra sobre ser resistência. Deste disco, surgiram sucessos como “Não foi Cabral”, “Delação Premiada” e “100% Feminista”.

Nos últimos anos, MC Carol fez shows nos EUA, Reino Unido, Alemanha, e Portugal; palestrou na Brown University; foi atração da edição 2019 do Rock in Rio; e viralizou com sua participação na primeira temporada do reality show “Soltos em Floripa”, da Amazon Prime Video. A funkeira foi anunciada como uma das integrantes da turma inaugural de artistas do #YouTubeBlack Voices / Fundo Vozes Negras, iniciativa idealizada pelo YouTube para potencializar artistas e criadores negros, munindo-os de recursos para terem sucesso e visibilidade na plataforma e fora dela.

“Levanta Mina” tem produção musical de DJ Thai (Heavy Baile, Luísa Sonza, Pocah), parceiro de longa data de Carol e que conseguiu captar uma sonoridade pop sem perder a essência da artista, conhecida por hits de funk e rap.”Na minha opinião, a Carol é uma  das maiores artistas do Brasil. Eu respeito muito ela, a forma com que ela se expressa é única. A gente se dá muito bem. Fazer a produção musical dessa música foi uma honra pra mim. Fico muito orgulho desse som, acho que é uma arte poderosa em forma de música. O conteúdo que esse trabalho tem, ao meu ver, é algo para ser lembrado por anos e anos”, comenta Thai.

O single é a primeira amostra do novo álbum de MC Carol, “Borogodó”. O disco, a ser lançado ainda no primeiro semestre de 2021, tratá a veia cômica – que é característica da artista – ao lado de músicas que vão abordar temas como a sexualidade do ponto de vista feminino, além da gordofobia e o machismo, questões que a MC combate no dia a dia.

“Levanta Mina” está disponível em todas as plataformas de streaming de música e no canal do YouTube de MC Carol. O clipe é uma produção da Ubuntu Produções – responsável pela gestão de carreira da artista – e co-produzido pela One Stop, da MAP Brasil.

Assista ao clipe: https://youtu.be/5EUBHEh5Ue8

Ouça “Levanta Mina”: https://links.altafonte.com/levantamina

 

 

Ficha técnica:

VÍDEO

Direção e Roteiro: Mariana Jaspe

Concepção: Ana Paula Paulino

Direção de Fotografia: Henrique Sales e Diogo Marques

Edição: Vinícius Cardoso

Produção Executiva: Ana Paula Paulino e Isaura Paulino

Ass. Direção: Madara Luiza

Ass. Produção: Maria Clara Dias

Câmera: Thiago Motta e Luís Bravo

Ass. Câmera: Lucas Gema

Gaffer: Ricardo Vida

Chefe de Elétrica: Maicon Coquinho

Maquinaria: Carlos Henrique Mamute

Eletricista: Jorge Cotonete

Logger: Rodrigo Garcia

Color Grading: Fernando Marron

Arte: Carol Meirelles

Figurino: Adriana Lessa

Beleza: Virgínia Santos e Camila Boechat

Making Of: Fernanda Pinheiro

Fotos Divulgação: Afroafeto

Still: Ricardo Vida

Casting: MC Elis, Dani Lima, Mapoua, Rih de Castro, Samanta (Sassá) Quadrado, Niedya Ramos, Bia Marques, Virginia Santos (escultora), Mariane Martins (desenhista) e Giulia Maria Reis (pintora).

Escultura: Mario Pitanguy

Pintura: Giulia Maria Reis

Desenho: Lúcio Farias

Catering: Nega Tereza (Almoço) e Sandra Tinoco (Kit Lanche)

Gerador: Walker

Limpeza: Duda da Silva Neto

Frete: Souza

Testes COVID19: Labcare

 

Realização: Ubuntu Produções

Co-produção: One Stop

 

APOIO: #YouTubeBlackVoices

 

PARCEIROS: Centro Cultural Capiberibe 27, Nega Tereza Bar e Bravo Câmeras

 

FAIXA

Produção, Edição e Mixagem: DJ Thai

Participação Especial: Elis MC

Backing Vocal: Júlia Vargas

Masterização: Gui Marques (Estúdio Frigideira)

 

Letra

 

LEVANTA MINA

(MC Carol/DJ Thai)

 

Um olhar confiante

Na voz a atitude

Vou mostrar que ser Gorda e negra é virtude

Levanta sua cabeça

Você não pode parar

O que te define

É o seu olhar

 

O seu olhar

O seu andar

O seu pensar

Você precisa se posicionar

Se valorizar

Não é querer ser melhor que alguém

É entender que você não é pior que ninguém

 

Refrão

Levanta mina

Olha pra cima

Sente esse clima

Amor próprio é nosso rolê

 

Levanta mina

Olha pra cima

Sente essa clima

Hoje vamos exalar poder

 

Muita gente perversa

Puxando conversa

Fingindo que se importa Passando dieta

Gente falsa

Gente rude

Comendo hambúrguer

Falando da minha saúde

 

É difícil sempre estar feliz

É difícil estar feliz

Com tanta cicatriz

É difícil se amar sendo excluída

Olhar pra TV e ainda ver paquitas

 

Cadê as gays?

Cadê as pretas?

Cadê as gordas?

Nas capas das revistas

 

Olha esse rosto meu amor

É… invista na mamacita

 

Sou feminista, artista, realista

Resista, insista, seja estrategista

Não vamos se esconder

A gente existe

Agora senta, aceita e me assiste

 

Assiste a gente se amando na praça

Assiste a gente de biquíni na praia

Assiste a gente dançando na balada

Assiste a gente feliz e casada

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA