Má liderança pode afetar produtividade, aponta especialista

Inconscientemente, atrelamos a falta de produtividade de uma empresa a má qualidade de serviço oferecida pelo colaborador. No entanto, uma liderança não capacitada pode influenciar negativamente em todo o organismo da empresa, trazendo queda na produtividade.

De acordo com a especialista em análise comportamental e consultora em gestão de pessoas, Camila Honorati, a falta de qualificação e capacitação das figuras de liderança impactam diretamente em todo o fluxo de trabalho. “Um líder não capacitado tolhe o crescimento profissional de seus colaboradores, provoca alto turnover (rotatividade de pessoas) na equipe, gera desmotivação e consequentemente improdutividade. Insatisfação dos clientes e queda nos resultados da organização são as consequências esperadas da existência de líderes não capacitados”, explica.

Ainda segundo Camila Honorati, um bom líder precisa carregar em seu perfil algumas características essenciais. “O líder é o responsável em guiar, engajar e motivar a equipe. Cabe a ele ajudar seus colaboradores nas tomadas de decisão, a cumprirem prazos e metas, a crescerem profissionalmente e alcançarem resultados”, aponta.

Dentre as características principais de um bom líder podemos destacar também o autoconhecimento. “Se autoconhecer e conhecer cada membro da equipe é muito importante”, pontua Camila.

Camila ainda pontua outras características que devem ser trabalhadas para se tornar um bom líder. “Identificar o perfil profissional de cada um, suas limitações, seus pontos fortes e a melhorar. Ser participativo: ter conhecimento sobre o que cada um da sua equipe faz e se mostrar presente, transmitindo mais segurança aos seus liderados para que se sintam mais confiantes no trabalho. Ser comunicativo: comunicação clara e assertiva. Saber dar feedback: elogiar seus liderados, quando aplicável, é fundamental.  Todo feedback dever ser positivo ou de desenvolvimento (construtivo). Deve-se eliminar o feedback negativo”, acrescenta.

“Ser um bom ouvinte, quer seja com colaboradores, pares ou superiores. Saber delegar tarefas distribuindo proporcionalmente a carga de trabalho à equipe. Ter capacidade para administrar conflitos e manter sempre um ambiente saudável”, completa Camila.

APLICANDO A BOA LIDERANÇA

Mas, para Camila Honorati, só ter as características de um bom líder não é suficiente para aumentar a produtividade de uma empresa. “Defina objetivos: em função desses objetivos, trace metas estabelecendo prazos”. “Aceite sugestões da sua equipe: faça com que seus colaboradores se sintam importantes nas tomadas de decisão. O engajamento e a participação geram motivação e facilitam o atingimento das metas e consequente objetivos”, enfatiza.

“Para que os processos mantenham um fluxo organizacional perfeito, o papel do líder é essencial e vital.  Assim, as metas ficam mais claras, as funções são delegadas de forma correta, os resultados são mais satisfatórios e o clima da organização é melhor”, finaliza Camila.

SOBRE CAMILA HONORATI

Pós graduada em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas, pós graduanda em psicologia organizacional e gestão de pessoas pela PUC – RS, empresária, Camila Honorati é especialista em análise comportamental, palestrante e treinamentos para desenvolvimento de competências comportamentais à profissionais. Camila também desenvolve consultoria em gestão de pessoas para pequenas, médias e grandes empresas.

https://www.instagram.com/camila_honorati/

https://chtreinamentos.com.br/

Whatsapp: (19) 99138-6154