0

O L’Étape Brasil by Tour de France 2020 lançou nesta semana os uniformes oficiais da prova, que será disputada em 6 de dezembro, em Campos do Jordão (SP). A organização do evento apresentou quatro modelos diferentes para exaltar o amor pelo ciclismo e enaltecer o crescimento da modalidade no País por meio do famoso grito ALLEZ!.

A jersey azul vestirá a maioria dos competidores, que deve ultrapassar a marca de 2 mil nesta sexta edição. A prova terá os percursos de 107 km e 66 km nas estradas do interior de São Paulo.

A versão amarela vai para os atletas Fidéle, ou seja, aqueles que participaram de todos os L’Étape Brasil. Os inscritos na nova categoria E-bike vão utilizar a camiseta verde. Já a versão vermelha é exclusiva os desafiados.

”Os participantes do L’Étape Brasil vivenciam a experiência do evento desde o processo de inscrição até cruzar a linha de chegada. Separamos as jerseys em quatro modelos diferentes para destacar ainda mais os competidores”, disse Bruno Prada, medalhista olímpico e organizador do L’Étape Brasil.

Para aqueles que compraram o bretelle, receberá ele junto ao kit atleta, todos na cor azul com linhas amarelas.

Os uniformes foram confeccionadas pela ASW, empresa 100% brasileira, atuando há mais de 30 anos no mercado de ciclismo e parceira do L’Étape Brasil desde 2017.

Em 2020, o L’Étape Brasil by Tour de France vai desafiar influenciadores e personalidades do esporte, como o campeão olímpico e mundial Nalbert, o apresentador Bruno Vicari, e a influencer Lu Prado, que aprovou o design das jerseys. ”O L’Étape Brasil é uma grande experiência. Hoje com tudo que está acontecendo me deixou ainda mais ansiosa em poder participar. Será especial reencontrar amigos”.

”Adorei a diversidade das cores por categoria e a incrementação de novas tecnologias e detalhes, o aumento do número de bolsos, silicone no elástico e qualidade do tecido”, completou Lu Prado.

Mais sobre o L’Étape Brasil by Tour de France

O L’Étape tem o percurso principal com 107 quilômetros de distância e 2.330 metros de altimetria acumulada, o equivalente a subir um prédio residencial de 770 andares. A versão mais curta tem 66 quilômetros.

Em 2019, a prova teve pela primeira vez a presença do alemão Didi Senft, mais conhecido como o Diabo do Tour ou Didi, the Devil. O animador que se veste de demônio nas etapas do Tour de France esteve na cidade paulista apoiando os ciclistas.

Grandes nomes do esporte, como o treinador Bernardinho Rezende, o campeão olímpico Nalbert e o piloto Ricardo Maurício da Stock Car, participaram do Tour de France. As principais assessorias esportivas do País também mandaram seus representantes.

O título de 2019 do L’Étape Brasil ficou mais uma vez com o ciclista Otávio Bulgarelli, com a marca de 3h07min02s20. O resultado foi definido praticamente no photo-finish, na disputa com Ricardo Pichetta, segundo colocado, colado na linha de chegada.

No feminino, a alemã Nadine Gill não deu chances às adversárias e completou o percurso de 107 quilômetros em 3h15min36, com mais de 15 minutos na frente segunda colocada (Taise Benato). A ciclista amadora também foi bicampeã consecutiva da prova.

As inscrições do L’Étape Brasil 2020 seguem abertas.

Link para as inscrições

Mais informações:

centralrbn

Versátil, Hiago comemora assistência decisiva na Chapecoense e enaltece série invicta de 11 jogos antes de duelo contra o Vitória

Artigo anterior

Caixa abre 772 agências hoje para pagar saque emergencial do FGTS

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Esportes