0

Na última década, a obra do cantor e compositor pernambucano Di Melo  foi redescoberta. O “imorrível”, um dos precursores do soul nacional, ganhou um documentário e lançou um sucessor para o seu celebrado disco de estreia – homônimo -, de 1975. Agora, artistas se propõem a dar um novo olhar para as canções dele no EP Podível e Impodível.  A partir de 19 de fevereiro, sexta-feira, as faixas do trabalho chegarão aos aplicativos de streaming semanalmente. Cantora e compositora carioca apontada como um dos nomes em ascensão da nova geração, Julia Mestre inicia a série com uma versão para “Conformópolis”, que chega também com um videoclipe (assista aqui).

Como uma boa entusiasta da musicalidade dos anos 70, Julia Mestre já tinha Di Melo (1957) como um de seus artistas favoritos. Quando convidada a integrar o projeto pela produtora Andrea Franco, a carioca teve a liberdade de escolher a faixa que mais se identificava. “Parei para ouvir com calma todas as letras e ‘Conformópolis’ me tocou profundamente. A letra dessa música é uma das minhas favoritas, acredito em cada vírgula, em cada palavra”, conta a artista.

O registro audiovisual que acompanha a faixa também é resultado direto dessa liberdade criativa e da identificação de Julia com a obra do cantor. “Assim que gravamos a música em estúdio, começaram a surgir imagens na minha cabeça. O arranjo me trouxe a lembrança de um  balé mecânico. E daí quis ir a fundo nessa ideia para movimentar o videoclipe”, diz a cantora. O conceito parte de um estudo sobre teatro físico,  contou com duas semanas de ensaio e dois dias de gravação em Laranjeiras, no Rio de Janeiro.

Esta não é a primeira vez que Julia Mestre reverencia a obra de um dos seus ícones. Em dezembro, ela engrandeceu a sua discografia com o EP Julia Mestre Canta Rita Lee. Lançado pelo selo FARO, o trabalho apresenta as versões da cantora para as músicas “Agora Só Falta Você” e “Papai Me Empresta o Carro” (ouça aqui).

O EP Podível e Impodível, com produção executiva da Xirê Eventos em parceria com o FARO, traz ainda a participação de Josyara, Yan Cloud, Dora Morelembaum, Felipe El, Theo Bial, Arthur Nogueira, além do próprio Di Melo.

Ouça a versão de Julia Mestre para “Conformópolis”
Assista ao videoclipe para “Conformópolis”

 

Tracklist e datas de lançamento
EP Podível e Impodível
19 de fevereiro | Julia Mestre “Conformópolis”
26 de fevereiro | Josyara “Má-Lida” e Arthur Nogueira “Aceito Tudo”
05 de março | Yan Cloud “Se o mundo acabasse em mel” e Theo Bial “A vida em seus métodos diz calma”
12 de março | Felipe El “Kilário” e Dora Morelembaum “João”
19 de março | Di Melo “Minha Estrela”

Ficha Técnica
Julia Mestre | Conformópolis
Produção Musical: Julia Mestre e Elton Bozza
Voz: Julia Mestre
Violão: Gabriel Quinto
Guitarra e Baixo: João Gil
Percussão: Tiago Nunes
Beat e Mix: Elton Bozza
Master: Alexandre Rabaço

Clipe:
Idealização: Julia Mestre
Direção: Gabriel Rochlin
Direção de Fotografia e Stedicam: Gabriel Lara
Direção de Arte: Maria Eduarda Lopes
Direção de Movimento: Matheus Macena
Assistente de Direção: Lara Coutinho
1º Assistente de Fotografia: Alberto Aguinaga
2º Assistente de Fotografia e Still: Lucas Campbell
Iluminação: Gabriel Prieto
Figurino: Juliana Amaral
Produção: Andrea Franco e João Severo
Assistente de Produção: Diego Avila
Produção de Set: Thaís Bernardini
Produção Executiva: Julia Mestre e FARO
Roteiro: Gabriel Rochlin, Gabriel Lara e Julia Mestre
Edição: Diego Avila, Gabriel Rochlin e Gabriel Lara
Colorização: Gabriel Lara

Elenco:
Cuini da Silva
Hugo Lobo
Joana Castro
Julia Mestre
Luiza Loroza
Matheus Macena
Nina Tomsic

centralrbn

Excesso de atividade física pode ser prejudicial, alerta médico

Artigo anterior

Giross é alternativa de serviço delivery de farmácia em meio à toque de recolher na Bahia

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Lançamento