Conecte-se conosco

Notícias

Inatel habilitará educadores de todo país para disseminação de conhecimentos sobre tecnologias

Cidades inteligentes, 5G e aplicações de IoT farão parte da capacitação

Publicado

em

Inatel habilitará educadores de todo país para disseminação de conhecimentos sobre tecnologias

Inatel está dando início às atividades previstas no convênio firmado em abril com a Softex (Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro), por iniciativa do Ministério de Ciência  e Tecnologia e Inovações (MCTI),  cujo objetivo  é capacitar  educadores para replicarem conhecimentos sobre tecnologias habilitadoras para infraestrutura de serviços portadores de futuro como cidades inteligentes, 5G e aplicações de IoT.

Segundo o gerente executivo do departamento de Educação Continuada do Inatel, Fred Trindade, trata-se de um projeto de grande importância para o segmento de TIC no Brasil. “Iremos disseminar em nível nacional as melhores práticas em termos de infraestrutura de FTTH. Isto irá beneficiar toda a cadeia de fornecimento de internet no Brasil, incluindo os provedores de acesso, os geradores de serviços web e os usuários,” explica.

A iniciativa integra um projeto de amplitude maior do MCTI que  objetiva  potencializar a formação de mão de obra qualificada para trabalhar na implantação de infraestrutura de Comunicação em todo o território nacional, visando melhorar o acesso à banda larga no país e viabilizar novos serviços como aplicações para Cidades Inteligentes e Internet of Things – IoT e 5G.

“Essa é uma das importantes ações que a gente consegue apoiar com recursos gerados pela Lei de  Informática. Nosso foco é ampliar o contingente de recursos humanos qualificados no País, tanto para  atuar em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação no campo das TICs, quanto para agir na implantação de projetos estruturantes que contribuirão para o domínio e consolidação das tecnologias requeridas para viabilizar a implantação de 5G, da expansão da Internet das Coisas (IoT) e avanço dos projetos  de Cidades Inteligentes”, destaca Paulo Alvim, Secretário de Empreendedorismo e Inovação no MCTI.

O Senai e o Instituto Federal do Espírito Santo são algumas das instituições que  utilizam  seus laboratórios instalados e já possuem professores participando dos treinamentos. Para Fábio Carleti, instrutor do Senai ES, o curso está sendo fundamental para a aprendizagem de novas tecnologias, novos equipamentos e novos conceitos. “Esperamos replicar esses conhecimentos para nossos alunos dos cursos de Aprendizagem Industrial, Técnicos e de Qualificação. Com a popularização da fibra ótica, dos provedores de internet de banda larga e também das redes internas das empresas, a tecnologia FTTH vem sendo muito utilizada. Isso está em total ascensão, então, há grande demanda de mão de obra para o mercado de trabalho”, ressalta.

De acordo com o vice-presidente executivo da Softex, Diônes Lima, as redes ópticas passivas (PON – Passive Optical Network) são consideradas o instrumento habilitador principal para o 5G. Para ele, “a popularização do conhecimento em infraestrutura em conjunto com as tecnologias de cidades inteligentes e IoT serão essenciais para prover os serviços necessários de comunicação no país”, conclui.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Light Dark Dark Light