Conecte-se conosco

BA

Escola de Camaçari faz rifa para não fechar as portas

Publicado

em

Por meio da pedagogia humanizada, a Pampedia propõe um novo olhar para educação

No espaço onde funcionava um antigo restaurante em Barra do Jacuípe, no município de Camaçari-BA, Jamile Tupinambá viu concretizado seu sonho em 2018 quando abriu a Escola Pampédia – Espaço Livre de Educação. Unindo os fundamentos clássicos da educação com a neurociência, a proposta da escola é um tanto diferente: ensinar os conteúdos por meio da pedagogia humanizada. Tudo estava indo bem, até que a pandemia mudou o mundo. Agora, com uma perda de 60% dos alunos, a escola luta para permanecer existindo.

Diversas medidas foram adotadas para reduzir os gastos. No entanto, os custos fixos do espaço somados aos custos do investimento em tecnologia, pesaram no orçamento. “Antes da pandemia tínhamos 42 alunos, hoje temos 17. Nossa especialização é em educação infantil, mas com a  pandemia essa faixa etária (1 a 3) não pôde ser absorvida nas aulas online”, comenta Jamile. “Estamos realizando a rifa como último recurso para manter a escola aberta por pelo menos mais um mês. Nossa situação é difícil pois não temos posicionamento algum da prefeitura de Camaçari sobre quando poderemos voltar a funcionar, diferente de outras cidades, como Salvador, que as escolas já estão retornando”, afirma.

Pedagogia Humanizada

O termo ‘pampédia’ significa ensinar tudo a todos. Foi justamente isso que Jamile idealizou quando fundou a escola: a democratização da educação de uma forma que as crianças pudessem aprender de forma mais leve e feliz. Na grade, além das aulas convencionais, a escola oferece aula de música, meditação, gameficação (o conteúdo é trabalhado através de jogos), capoeira e pilates kids.

Com foco no indivíduo e nas relações, na Pampédia “priorizamos o respeito,  a troca, a gestão democrática onde todos têm voz. Através da nossa metodologia, a criança vai aprender a olhar para dentro e gerir a si mesma. Trabalhamos com autoavaliação, para que a própria criança perceba as suas dificuldades, assim como suas habilidades”, explica a pedagoga. “Em pouco tempo, nossa escola foi procurada como referência de respeito à diversidade e educação para crianças com TDAH, autismo e dificuldade de aprendizado”, declara.

Os alunos ainda participam de projetos como o Minichefe (aprendem o conteúdo através de receitas que eles mesmos fazem), Pequenos Cientistas (aula prática com vivências de ciências através de experimentos) e o Uni-Duni-Todos (são trabalhados temas como a identidade, valores e gostos). Além disso, na prática cotidiana as crianças aprendem sobre Inteligência Emocional, Comunicação Não-Violenta e a disciplina segue a linha restaurativa, ou seja, não há punição por más condutas, mas resolução de conflitos através do diálogo, inclusive, entre as próprias crianças. Mais informações sobre a metodologia da escola e a pedagogia humanizada estão disponíveis no perfil do instagram: @escolapampedia.

Rifa

Para continuar mantendo esse sonho vivo, a escola realiza uma rifa através do site botanarifa.com/unxkzlrg, no valor de R$25,00 para cada número escolhido. Quem participar, concorre a três livros da Editora Comenius (Pampedia, Comenius, o sábio que queria ensinar tudo a todos e O Labirinto do Mundo e o Paraíso do Coração), um quadro e 12 pôsteres da coleção Expressões do Sagrado, da artista Katia Del Giorno. O sorteio será realizado no dia 25 de agosto pela loteria federal. Há também outras formas de ajudar, por meio de pix através do CNPJ da escola: 30.818.059.0001-52, ou divulgação através das redes sociais do perfil @escolapampedia.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA