Conecte-se conosco

Notícias

Empresas tiram foco consumista das campanhas de Dia das Mães

Publicado

em

Especialista diz que movimento é uma tendência e que as marcas aprenderam a ver seus clientes como pessoas

O Dia das Mães se aproxima e, com a data, chega a expectativa dos comerciantes para impulsionar as vendas de um setor que sofreu com o fechamento de lojas e shoppings na pandemia. Mas o ano marcado pela Covid-19 não será como os outros. Se antes, o foco era o consumo a qualquer custo, agora é despertar nos consumidores aquilo que é mais importante: a empatia. Por isso, as campanhas em homenagem à data chegam diferente.

“Responsabilidade social não é apenas falar dos temas atuais e acompanhar o processo que o mundo segue. Responsabilidade social é saber respeitar e encarar o consumidor como o que ele é de fato: um ser humano”, afirma Luciano Mathias, CCO – Chief Creative Officer – e sócio da TRIO, hub global de criação e produção audiovisual. Segundo o especialista em marketing, esse ser humano pode não estar feliz com a data e é preciso respeitar isso.

É o que as empresas vêm fazendo. A startup Yuool, que vende conforto através de calçados, está com uma ação para evitar que filhos que perderam as mães sejam impactados por campanhas em homenagem à data. “Quem não quiser receber informações sobre a ocasião poderá pausar a comunicação que tem com a gente. Ou seja, clicar para não receber mais e-mail marketing sobre o assunto e ocultar as postagens no Instagram/Facebook”, explica Eduardo Mendes Rocha, sócio da marca.

Ele revela que o gesto de empatia já existia na empresa antes, mas este ano se mostra ainda mais fundamental. “Quando pensamos na quantidade de gente que perdeu a mãe na pandemia, imaginamos como a data pode ser difícil. Por isso, é o mínimo que podemos fazer”, afirma. Através da #empatiadiadasmaes, a marca sugere que outras empresas tenham iniciativas semelhantes. A gigante Tok & Stok tem.

Para Luciano, as marcas têm notado que o “lucro a qualquer custo” não funciona mais. “Criar uma relação é, acima de tudo, encarar o consumidor como alguém próximo e até íntimo”, diz. É o que a ConsigaMais+, fintech de crédito consignado privado, resolveu fazer. Para sua campanha sobre a data, escolheu o ator Sebastian Soul, que perdeu a mãe para a Covid-19 em março.

O vídeo da campanha “Cuide de quem você ama. Cuide de quem ama você.” se solidariza com quem perdeu alguém na pandemia e exalta que presente físico nenhum é maior e mais importante do que ver uma mãe, um filho, com saúde. A homenagem é um apelo, de acordo com Camilla Clemente, Diretora de Marketing da empresa. “Precisamos valorizar o maior presente que nossas mães nos deram: a vida. E, na luta pela vida, combatendo um vírus que se espalha tão rapidamente, precisamos espalhar ainda mais rápido o carinho e o cuidado. Por isso, a ConsigaMais+, que fala tanto em cuidar do bolso, das economias, da vida financeira, ao longo do ano, resolveu lembrar que é preciso cuidar do próximo”, afirma.

Luciano exalta que não importa a forma, que não precisa de muito investimento. Uma campanha sincera e atual chega ao consumidor de uma forma muito mais assertiva do que qualquer desconto. “As pessoas não compram mais simplesmente um produto ou serviço, elas compram um ideal, valores, propósito. E quem consegue expressá-los, da forma que for, é que se destaca entre ações que seguem uma fórmula padrão de realização”, conclui o sócio da TRIO.

 

Link para o vídeo da Campanha de Dia das Mães 2021 da ConsigaMais+ – https://youtu.be/9luqsRJvWIA

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA