Conecte-se conosco

Lançamento

Dada Hotel reflete o rock por viés lo-fi para criação de balada decadente sobre a solidão

“Ninguém” chega com um clipe performático e antecipa debut “Dilúvio/Deserto”

Publicado

em

Dada Hotel reflete o rock por viés lo-fi para criação de balada decadente sobre a solidão
Foto por Alexandre Mota

Um clima de rádio de fim de noite sendo ouvida por solitários é revisitado por “Ninguém”, single da banda mineira Dada Hotel. Olhando o isolamento da vida urbana com um viés que une indie, pós-punk, lo-fi e um olhar bem brasileiro, o power trio se prepara para lançar o disco de estreia “Dilúvio/Deserto”. Com um clipe estrelado pela bailarina e performer Sara Marchezini, a faixa está disponível em todas as plataformas de música digital.

Assista ao clipe “Ninguém”: https://youtu.be/IIqfiP7WQcg

Ouça “Ninguém”: https://smarturl.it/NinguemDadaHotel

“‘Ninguém’ é uma espécie de balada decadente, com um toque de psicodelia. A letra fala sobre a sensação de liberdade de se estar sozinho, mas, ao mesmo tempo, do gosto meio amargo disso e da necessidade que temos de ser vistos. No som, tentamos trazer um pouco de um pop radiofônico, mas ao mesmo tempo estranho, que remete a lugares perdidos como hotéis de beira de estrada, boates no centro da cidade vazia ou um rádio de pilha, tocando sozinho, em algum lugar do país”, conta Fabio Walter, vocalista e guitarrista da banda e que co-produziu a faixa.

Dada Hotel conta ainda com Marcus Soares (baixo) e Victor Piva Schiavon (bateria) e teve seu embrião na banda Paraná Avenue, onde parte das canções foram criadas. As múltiplas facetas da terra natal do novo grupo dá o tom do álbum e ficam expostas até em seu título. O projeto, previsto para setembro, foi antecipado pela luta contra os demônios internos do primeiro single, “In Sane Days”.

Assista ao clipe “In Sane Days”: https://youtu.be/PIREzH6P6lc

“Belo Horizonte é uma cidade que tem só duas estações, dilúvio e deserto. De cinco a sete meses sem chuva nenhuma, tempo seco, sol, rinite; e os outros meses de muita chuva. Comecei a pensar nisso como um conceito, como uma forma de expressão da própria cidade. Quase como se fosse o yin-yang dos belo-horizontinos. E dá para ir além, já que todo mundo passa por momentos de dilúvio e deserto na vida. Acho que o mesmo acontece com o disco. As músicas também seguem esse fluxo. De muito e pouco. De certa forma, tudo vai passar e vai ficar”, reflete Walter.

Com co-produção, mixagem e masterização de Fabrício Galvani (Estúdio Galvani), o disco foi finalizado com recursos da Lei Aldir Blanc do Governo do Estado de Minas Gerais e será lançado de forma digital e em vinil. “Ninguém” está disponível em todas as plataformas de streaming de música e no canal do YouTube da banda.

Assista ao clipe “Ninguém”: https://youtu.be/IIqfiP7WQcg

Ouça “Ninguém”: https://smarturl.it/NinguemDadaHotel

Dada Hotel reflete o rock por viés lo-fi para criação de balada decadente sobre a solidão

 

Ficha Técnica:

Produção: Fabrício Galvani e Fabio Walter

Mixagem e masterização: Fabrício Galvani

Bateria e baixo gravados no Estúdio Minotauro, por Vinikov de Morais e Daniel Saavedra

Composição: Fabio Walter

Guitarra, sintetizador e vocais: Fabio Walter

Baixo: Marcus Soares

Bateria: Victor Piva Schiavon

 

Direção e filmagem: Otávio Rangel

Atuação e performance: Sara Marchezini

Edição e finalização: Fabio Walter

Iluminação: Richard Zaira e Pedro Paulino (Cia Tecno)

Produção: Dada Hotel

 

Capa do single

Fotografia e cianotipia: Malu Teodoro

Design: Caio Lourenço

 

Letra:

Solidão arrasa

no meio da pista

os olhos cansados

a alma ferida

 

No passo da dor

na noite incolor

os demônios descem até o chão

 

E ninguém

te viu dançando

 

No céu estrelas

brilham em neon

um corpo sujo

inventa o som

 

E bocas caladas

Soando em coro

Olha só quem é que também vem

 

E ninguém

te viu dançando

 

Solidão arrasta

pro meio da rua

espíritos soltos

mendigos de vida

 

Cabelos ao vento

sapatos em chamas

hoje eu só quero me esquecer

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Light Dark Dark Light