Cresce busca por qualificação profissional da classe C, D e E
0

O mercado de trabalho vem sofrendo constantes reformulações e exigindo cada vez mais uma qualificação profissional, que se resume em um conjunto de iniciativas focadas em desenvolver habilidades profissionais, seja ela direcionada à competências técnicas ou comportamentais.

Essa necessidade de atender às exigências do mercado de trabalho surgiu como um alerta para a classe C, D e E, público esse que mais procura por qualificação em busca de uma nova oportunidade. As possibilidades de ser inserido ou recolocado no mercado de trabalho podem aumentar se o candidato apresentar uma qualificação na área desejada. Isso pode ser conquistado por meio de cursos técnicos, de extensão e de capacitação, sejam eles presenciais ou a distância.

Segundo dados da pesquisa do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a educação profissional registrou um aumento de 0,6% em 2019, alcançando 1.914.749 de alunos matriculados.

Números expressivos demonstram como esse público está buscando qualificação profissional para o mercado de trabalho. Devido à alta concorrência e atualização do mercado, a alternativa é incrementar e buscar cada vez mais conhecimento ou até mesmo se reciclar e se preparar para ser um profissional diferenciado.

Qualificação garantida

A qualificação e a capacitação andam juntas, um investimento em aprendizado, uma atualização de forma geral das demandas do mercado deixam o candidato apto para suprir essas exigências.

Existem alguns meios para ser um profissional qualificado com garantia de sucesso, como é o caso da rede de franquias Via Certa Educação Profissional, especializada em ensino profissionalizante, a rede atua no mercado desde 2012 e tem como objetivo levar conhecimento para todas as pessoas que buscam crescer profissionalmente e se atualizar.

A Via Certa conta com cursos que acompanham as características particulares de cada aluno com uma metodologia totalmente diferenciada, no ritmo do aluno com ensino individualizado. São mais de 30 cursos em diferentes áreas para ajudar a suprir os pré-requisitos e necessidades das empresas.

Investimento certeiro: Uma boa oportunidade para se tornar empreendedor

Com a movimentação do mercado de trabalho e a crescente procura por cursos profissionalizantes, especialmente nesse período pós pandemia, pode-se dizer que é um momento oportuno para se investir no ramo de franquias de cursos profissionalizantes, com a garantia de público que corresponda essa demanda.

Inseridas no segmento de Serviços Educacionais no franchising, as franquias de cursos profissionalizantes tiveram um faturamento de mais de R$ 10 bilhões em 2020 de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Outro ponto positivo de se investir em franquias desse segmento é o curto prazo de retorno do investimento, que ainda, segundo ABF (Associação Brasileira de Franchising), leva de um a dois anos para atingir 57% desse investimento, enquanto outros leva de dois a três anos para atingir 30%.

A Via Certa é um desses modelos de negócio que vem colhendo bons frutos, em julho a rede bateu recorde de faturamento e chegou a 8 Estados brasileiros: São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Minas Gerais, Bahia, Maranhão, Paraná e Goiás.

Segundo diretor executivo da Via Certa, Décio Marchi, a rede teve recorde com aumento de matrículas em 114% no mês de julho, somando 1.593 matrículas, um aumento significativo em relação ao mesmo período ano passado. Entre os cursos mais procurados estão: Informática e Tecnologia; Atendente de Farmácia; Auxiliar Veterinário; Gestão Empresarial e Designer de Sobrancelhas.

“A pandemia disparou essa procura por qualificação profissional fortalecendo a ampliação no segmento. Com isso, acredito que continuaremos fortes no mercado, pois estão surgindo, cada vez mais, novas oportunidades no mercado de trabalho para quem tem uma boa qualificação que corresponda às exigências desse mercado”, analisa o diretor executivo.

A rede oferece dois modelos de negócio: A Via Certa Digital, modelo totalmente home office e destinado à cidades pequenas, possui investimento inicial a partir de R$ R$ 15 mil (sendo R$10 mil de taxa de franquia) para cidades de até 15 mil habitantes, onde o franqueado terá exclusividade de atuação, acima desse número de habitantes é possível conduzir o negócio, porém sem a exclusividade de área. Nesse modelo, o franqueado recebe 30% do faturamento, com estimativa do retorno do investimento entre 6 e 12 meses. A única função do franqueado é fazer a divulgação dos cursos, fechar as matrículas e ter a manutenção dos alunos. Todas as aulas são ministradas on-line pela franqueadora.

Já o modelo de negócio de unidade física (escola) da rede, tem investimento inicial total a partir de R$134.944,60 (taxa de franquia e capital de giro incluso) para cidades a partir de 20 mil habitantes com prazo de retorno de 24 meses.

Uma outra possibilidade de potencializar ganhos com a Via Certa é optar pelo FDA, onde o investidor será um desenvolvedor de área, ou masterfranqueado. A função do FDA é dar suporte e treinamento localizado aos franqueados, procurar outros novos investidores, e trabalhar com a comercialização dos serviços. Adquirindo todo conhecimento e autorização da franqueadora. Essa modalidade exige um investimento variante entre R$60 mil e R$390 mil (conforme o potencial da região) para adquirir exclusividade em um determinado território com faturamento líquido de R$ 200 mil a R$ 1,3 milhão. O retorno previsto para atingir o ponto de equilíbrio é de 24 meses.

“Queremos levar conhecimento para todas as pessoas que buscam crescer profissionalmente e se atualizar. Nossa expansão está a todo vapor com opções de negócios para todos os bolsos. Buscamos empreendedores que acreditam no poder da educação para fazer o Brasil se desenvolver”, saliente Jilo Shimada, diretor de expansão da rede.

A Via Certa possui atualmente a 47 unidades franqueadas em funcionamento.

centralrbn

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar