Conecte-se conosco

Educação

Conheça 5 oportunidades de apoio aos profissionais da educação para retomada das aulas presenciais e ensino híbrido

Publicado

em

Conheça 5 oportunidades de apoio aos profissionais da educação para retomada das aulas presenciais e ensino híbrido

Com foco na formação continuada, diversos conteúdos gratuitos e certificados estão disponíveis para auxiliar docentes e gestores em suas atividades

Um dos pilares para a melhoria da educação pública brasileira é a formação permanente de profissionais que atuam na área, ainda mais para atender os novos desafios impostos à educação pela pandemia, como a implementação do ensino híbrido e o acolhimento dos alunos no retorno às aulas presenciais.  

A maioria das redes de ensino já anunciaram o retorno às aulas presenciais. O Governo de São Paulo, por exemplo, para mitigar os efeitos da pandemia, os estudantes terão uma aula a mais por dia a partir do próximo ano. Estas aulas poderão ser dadas de forma remota, oficializando o ensino híbrido na rede estadual paulista. 

Para apoiar professores, coordenadores pedagógicos, diretores escolares e equipes técnicas de secretarias de educação, algumas instituições do setor disponibilizam cursos de curta duração, ferramentas gratuitas e oportunizam troca de experiências. 

Confira cinco iniciativas:

1- Ensino híbrido na prática para docentes

Voltado para professores, o curso possui carga horária de 20 horas e apresenta técnicas e estratégias de aprendizagem que mesclam a atuação remota e presencial, maneiras de utilizar o ensino híbrido para otimizar o planejamento de ensino, além de apoiar na construção de um novo modelo escolar.

As aulas estão disponíveis no Polo, ambiente de formação do Itaú Social, e foram organizadas em parceria com a Sincroniza Educação, com apoio da Fundação Lemann e Imaginable Futures. O curso gratuito e com certificação está dividido em seis módulos: introdução, entendimento, organização, planejamento, implementação e transformação. É possível também conferir uma live sobre estratégias para ensino híbrido no YouTube

2- Ensino híbrido na prática para gestores

Assim como o curso focado para os professores, a formação para gestores está disponível no Polo e foi elaborada em parceria com a Sincroniza Educação. Com uma carga horária de 30 horas, seu conteúdo tem como objetivo apoiar na estruturação de processos que possibilitem a implementação do modelo virtual e acompanhar a equipe docente no planejamento e na implementação de aulas neste formato. 

As aulas também abordam técnicas e estratégias de aprendizagem que mesclam ensino on-line e offline, remota e presencial; como utilizar o ensino híbrido para otimizar o planejamento, personalizar o ensino e desenvolver a autonomia dos alunos; e quais são os elementos do modelo virtual aprimorado do ensino híbrido. 

3 – Cátedra de Educação Básica

A Cátedra de Educação Básica, uma iniciativa do Instituto de Estudos Avançados da USP (Universidade de São Paulo), tem por objetivo contribuir para políticas de formação e reconhecimento do professorado da educação básica no país, especialmente das redes públicas. Para isso, fomenta a pesquisa e oferece diversos recursos de formação profissional, como seminários e minicursos. 

Estão programados para o segundo semestre 24 minicursos, disponibilizados on-line às terças e quintas-feiras, das 19h às 21h30, por meio do canal do YouTube da organização. Entre os temas, estão planejamento da educação de qualidade em ensino flexível e escolas ao ar livre. Todo o conteúdo já transmitido também está disponível para professores do ensino básico, estudantes de licenciatura, pesquisadores e outros interessados na área.

4 – Plataforma de Apoio à Aprendizagem

O objetivo da Plataforma de Apoio à Aprendizagem é auxiliar as redes de ensino e suas escolas que decidirem pelo processo de retomada das aulas presenciais ou híbridas, identificando como os alunos estão em relação aos conhecimentos e habilidades esperados para cada etapa escolar. 

Dentre as ferramentas oferecidas estão: materiais de apoio ao retorno das aulas presenciais, com conteúdo voltado para o desenvolvimento socioemocional; conteúdos relacionados à BNCC (Base Nacional Comum Curricular); cadernos com atividades avaliativas; guia de uso e aplicação de diferentes avaliações; orientações pedagógicas para uso dos resultados e ensino de habilidades prioritárias para Matemática e Português do Ensino Fundamental e Médio.

A plataforma é uma iniciativa do Consed (Conselho Nacional de Secretários de Educação), Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação) e Frente de Avaliação, com apoio do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), CAEd/UFJF (Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora), Fundação Lemann, Fundação Roberto Marinho, Instituto Ayrton Senna, Instituto Reúna e Itaú Social.

5 – Percurso Formativo Educação na pandemia

A área temática Educação na Pandemia, do Polo, disponibiliza ferramentas, dicas e conteúdos para educadores, gestores e famílias, a fim de apoiar a educação em um momento inseguro.

No total, a área conta com sete percursos, dentre as quais os Mapas de Foco da BNCC, iniciativa em parceria com o Instituto Reúna que apresenta uma seleção de habilidades focais para cada ano do Ensino Fundamental traduzidas em objetivos de aprendizagem. A intenção é ajudar a orientar a flexibilização curricular e a escolha de conteúdos que estão sendo produzidos por redes de ensino e organizações em situações extremas, como a pandemia de Covid-19.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *