Conecte-se conosco

Negócios

Como fazer seu negócio sobreviver a segunda onda

Publicado

em

Estrategista de marketing digital dá dicas de como se manter nos negócios mesmo em pandemia

Foi evidente o estrago que a primeira onda da pandemia do Coronavírus causou em muitos negócios, pequenos, médios e grandes por todo o mundo. Muitos empreendedores se viram em uma situação muito difícil por conta do fechamento dos negócios, proibição de circulação e todas as restrições. E neste momento, algumas pessoas que tiveram que fechar as portas infelizmente não voltaram a abrir.

Por outro lado, vimos que a experiência de quem se adiantou e acompanhou a tendência mundial de ocupar o mercado da internet foi extremamente positiva em meio ao caos da pandemia. Algumas empresas que já vinham investindo em negócios digitais aumentaram muito o faturamento durante o período de pandemia.

Vemos a aproximação de uma segunda onda de Coronavírus chegando na Europa e também nos EUA. Então ao invés de ficar desesperado novamente com a situação, podemos aprender com os erros do passado e criar uma posição consolidada e bem sucedida na internet.

Ao longo do período mais crítico de isolamento social, um aumento do número de pessoas que foram em busca de aprender novos negócios e de pessoas que tentavam correr atrás do prejuízo, acabou direcionando todos para a internet.

O estrategista em marketing digital e empreendedor, Alexandre Simões relata: “Eu mesmo vivi essa experiência na pele, quando foi anunciado o fechamento dos comércios e meus clientes começaram a ligar para cancelar o serviço. Mas logo em seguida tivemos um aumento exponencial de clientes novos que viram a necessidade de criar seu posicionamento na internet.”

Veja, estamos a beira de uma situação semelhante, com uma possível segunda onda desse vírus, e o que se espera é que tenhamos aprendido com o passado e estejamos bem posicionados na internet desde já,  e se o seu negócio ainda não está se prepare pois o raio pode sim cair duas vezes no mesmo lugar.

Todavia, não se desespere, ainda há tempo. Criar seu e-commerce ou começar a se posicionar na internet e, também, criar uma estratégia de marketing digital é fundamental neste momento em que vemos a onda se aproximar. Não esperar para agir quando o pior acontecer é fundamental.

Existem muitas ferramentas para auxiliar os negócios, muitas delas são gratuitas, fundamentais para quem está começando. E se por um acaso você ainda é iniciante na internet e não sabe como fazer para colocar seu negócio lá entenda, nunca é tarde para começar a aprender.

E para isso o estrategista Alexandre Simões criou uma série de conteúdos, sobretudo, no momento de pandemia, para auxiliar quem está procurando por soluções para os negócios no mundo da internet. “Decidi ajudar as pessoas, principalmente os pequenos empreendedores, a se posicionar bem na internet, oferecendo dicas e compartilhando o conhecimento que adquiri na minha carreira pelas redes sociais, uma das principais ferramentas para marketing digital nos dias atuais.” Diz Alexandre.

Ao longo da pandemia empresas que acreditaram no futuro melhoraram os resultados nos negócios, tive clientes que chegaram a aumentar exponencialmente seu faturamento mesmo em meio à pandemia aqui nos EUA, pois entenderam que uma boa estratégia digital era fundamental para continuar empreendendo.

No Brasil não foi diferente, grandes empresas como as varejistas que já estavam criando estratégias para a venda online aumentaram o faturamento enquanto as concorrentes que não tinham se adiantado perdiam mercado.

Mas apenas criar uma loja virtual não é suficiente, é necessário que se pense em estratégias de divulgação e de expansão do negócio, visto que um empreendedor na internet pode ser encontrado por qualquer pessoa do mundo.

Ao longo do último ano os acessos a internet bateram recorde no Brasil, e em 2020 a projeção é de crescimento acentuado, pois com as pessoas em casa em quarentena a internet tornou-se o meio mais forte de comunicação e de trabalho.

O panorama de crescimento de acesso a internet veio junto com o crescimento de uso das redes sociais: quase todo mundo que acessa internet no Brasil está nas redes sociais, muito diferente nos EUA e Europa, mais de 50% da população brasileira usa as redes sociais o que as torna um lugar privilegiado para fazer campanhas de marketing.

Serviço: Alexandre Simões
Website: www.alexandresimoes.com
Instagram: https://Instagram.com/simoesoficial

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA