CCBB Educativo RJ comemora Dia Internacional da Doação de Livros
0

O projeto CCBB Educativo RJ, do Centro Cultural Banco do Brasil no Rio de Janeiro (CCBB RJ) comemora domingo (13) à tarde o Dia Internacional da Doação de Livros, com atividades gratuitas e abertas às famílias. A classificação é livre, mas os ingressos devem ser retirados previamente no site da Eventim, para controle de público. São obrigatórios o uso de máscara e a apresentação do comprovante de vacinação contra covid-19.CCBB Educativo RJ comemora Dia Internacional da Doação de Livros

A partir deste mês, a empresa Sapoti Projetos Culturais, produtora de conteúdo da área da educação não formal, assumiu o projeto no Rio, em São Paulo, Belo Horizonte e Brasília, com patrocínio do Banco do Brasil.

Vinícius Zavalis, gestor do CCBB Educativo RJ, disse que as datas comemorativas fazem parte do patrimônio cultural brasileiro e ajudam, inclusive, na construção da identidade. “Quando escrevemos o projeto educativo, incluímos as datas comemorativas como parte da programação do projeto. E a programação daquele dia gira em torno da data selecionada”. Para fevereiro, foi escolhido o Dia Internacional da Doação de Livros. Zavalis informou que ao longo deste mês, será colocada uma caixa no equipamento cultural para que o público possa se engajar na campanha e fazer doações.

“A ideia é que, com a doação de livros novos e usados pelo público, a gente direcione para projetos sociais e culturais relacionados à remissão de pena pela leitura. Queremos ampliar o acesso ao livro e à leitura, doando essas obras para bibliotecas e espaços de reclusão social”, afirmou o gestor.

Atividades

As comemorações do Dia Internacional da Doação de Livros serão iniciadas às 13h de domingo, com o Laboratório de Artes, que vai girar em torno do tema. Trata-se de espaço de troca, experimentações estéticas, investigação e criação sobre as exposições, seus temas e conceitos, onde visitantes de todas as idades colocam a “mão na massa” para desenvolver atividades práticas de artes visuais.

Das 14h às 15h, ocorrerá a Hora do Conto. “É uma sessão de contação de histórias conduzida por uma educadora e atriz”, informou Zavalis. Por meio da contação de histórias, ela leva o público a vivenciar conceitos das exposições em cartaz no CCBB. Histórias da cultura popular e da literatura universal são apresentadas pelos educadores e acompanhadas, muitas vezes, de instrumentos musicais e bonecos.

Das 15h às 16h, a sessão Livro Vivo convida o público a ler juntos, em voz alta, em uma roda. Essa é uma das primeiras formas de levar as crianças à leitura compartilhada. “A ideia é estimular o hábito da leitura entre as crianças e jovens frequentadores do CCBB no domingo, dia em que o local é altamente frequentado pelas famílias, ampliar o repertório cultural desse público e cumprir parte do compromisso da empresa Sapoti de formar leitores”. A atividade é voltada para as crianças e suas famílias.

Projeto educativo

O projeto CCBB Educativo oferece atividades totalmente gratuitas, presenciais e online, desenvolvidas em torno da programação do centro cultural e dirigidas a todas as idades. A partir de fevereiro, estão previstas visitas mediadas em português, inglês e Libras, contação de histórias, mediação de livro, laboratório de artes, encontro com professores, palestras e eventos, dentro da programação presencial. O destaque é o ateliê aberto, lugar onde se experimenta, manipula e produz um ou mais tipos de arte. Experimentações estéticas, laboratório de artes, contação de histórias são algumas das atividades desse espaço de convivência.

A gerente-geral do CCBB Rio de Janeiro, Sueli Voltarelli, destacou que o programa nasceu com o Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro, em 1989. “Desde a fundação do CCBB, o Educativo contribui para a formação de público e é importante instrumento de acessibilidade. O novo projeto de arte-educação, para atuação no período 2022-2023, foi escolhido dentro do eixo curatorial e dos critérios de seleção do edital de patrocínio cultural 2021-2022 do Banco do Brasil, visando dialogar com toda a programação da instituição O novo projeto vai também interagir com os espaços do Centro Cultural, como a biblioteca e as exposições permanentes “BB e sua História” e “Galeria de Valores”, disse Sueli.



Fonte

centralrbn

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar