Conecte-se conosco

Negócios

Catho é premiada como uma das melhores empresas para mulheres trabalharem em 2021

Publicado

em

A 5ª edição brasileira do GPTW Mulher premiou 70 empresas de médio e grande porte

Catho, marketplace de tecnologia que conecta empresas e candidatos, foi eleita como uma das melhores empresas de médio porte para mulheres trabalharem no Brasil em 2021. A companhia, que conta com 66% do quadro de colaboradores formado por mulheres, foi reconhecida no prêmio GPTW Mulher, realizado pela consultoria Great Place to Work (GPTW), que tem como objetivo reconhecer as organizações que disponibilizam as melhores práticas do mercado no incentivo à liderança e carreira feminina.

“É muito gratificante  ser considerada uma das melhores empresas para mulheres trabalharem, pois isso mostra que o nosso empenho em valorizar o público feminino, por meio de iniciativas internas e externas que promovem a equidade de gênero, está dando certo. Queremos que a Catho seja uma ótima empresa para que todos se sintam a vontade de trabalhar e tenham oportunidades iguais. Afinal, o negócio ganha com a combinação de pessoas diversas e complementares”, comemora Patricia Suzuki, CHRO da Catho.

Com o tema central “Insista, persista e não desista”,  a premiação do Ranking GPTW Mulher fez parte do RH Summit, o maior evento online para Profissionais de RH da América Latina, realizado na última quinta-feira (24). Ao todo, 641 empresas se inscreveram no prêmio em 2021 e, deste total, 70 foram premiadas, sendo divididas entre companhias de médio e grande porte.

Essa cadeira é minha

Empoderar as mulheres no mercado de trabalho é uma prioridade para a Catho. Para acender o debate sobre a equidade de gênero, a empresa lançou o movimento “Essa Cadeira É Minha”. A ação se posiciona em favor das mulheres e busca promover o diálogo em relação ao assunto. Segundo pesquisa realizada pela Catho, mesmo com mais qualificação profissional, não há equidade salarial em nenhum grau de formação.

Dentro desse movimento a companhia já realizou várias ações em prol das profissionais, como a ferramenta “Vagas Femininas”, uma extensão no navegador Google Chrome que adapta a descrição de cargos profissionais do masculino para o feminino e a campanha “Dia da Chefe”, para as redes sociais a fim de chamar a atenção para outra problemática trazida pela desigualdade de gênero no mercado de trabalho: o tratamento dado às mulheres que ocupam cargos de liderança.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA