Brasil tem cerca de 72 acidentes de carro por hora; ortopedista explica como acidentes de alta energia lesionam coluna
0

O Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito (RENAEST), da Secretaria Nacional de Trânsito, divulgou que em 2021, o número de acidentes foi de 632.764 registros. O equivalente a 72 incidentes por hora no Brasil. Os acidentes de alta energia, como os que envolvem carros e motocicletas, são um dos principais motivos de lesão na medula.

O médico ortopedista especialista em coluna vertebral e medicina regenerativa, Luiz Felipe Carvalho, afirmou que “esse tipo de acidente acaba fazendo uma lesão muito grande no corpo, nem tanto pela fragilidade do corpo, que é frágil também, mas, principalmente, porque é uma energia muito grande que resulta em uma fratura, em uma quebra do osso”.

O médico explicou que em um acidente de alta energia “o osso é colocado num stress tão grande que ele quebra e muitas vezes chega a fazer uma lesão na medula.”

Dr. Luiz explicou que as lesões medulares são de altíssimo impacto para economia de um país, por exemplo.

“Uma lesão medular total ou a paraplegia, ou a tetraplegia, faz com que muitas vezes a produção e a vida do paciente vá praticamente a zero. Acaba fazendo um aumento muito grande de gasto do governo em previdência, em recuperar a saúde desse doente que a gente sabe que é obrigação do governo”, pontuou.

O especialista contou que “o lesado medular tem problemas sociais e problemas funcionais, que, infelizmente, hoje em dia não são adaptáveis da vida corriqueira”.

*Todos os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam a linha editorial do portal e de seus editores.

Compartilhe com seus amigos

centralrbn

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar