Conecte-se conosco

Economia

Apenas 5,8% dos estudantes conseguem estagiar

Publicado

em

Até o começo de 2020, antes de sermos acometidos pela crise do novo coronavírus, o Brasil tinha cerca de 1 milhão de estagiários espalhados pelo território nacional. Em 2021, houve uma redução de 10% e, agora, apenas 900 mil estudantes conseguem uma oportunidade desse formato. Para as empresas em busca de recuperação econômica, contar com essa força pode ser a melhor solução.
Porcentagem poderia ser bem maior
São mais de 17,2 milhões de pessoas dentro do perfil para ocuparem colocações como estagiárias, mas apenas 5,2% delas têm essa chance. Portanto, empreendimentos de todos os setores e segmentos devem entender e conhecer as vantagens desse tipo de contratação.
Estímulos para as empresas
Segundo a Lei 11.788/2008, o estágio não gera vínculos empregatícios, pois é uma atividade de cunho educativo. Sendo assim, a entidade contratante fica isenta de pagar os encargos trabalhistas, como o FGTS, INSS, 13º salário, ⅓ sobre férias e verbas rescisórias. Isso é feito justamente para estimular o fluxo de admissões nesse estilo.
Benefícios para quem estagia
Quem estagia, por sua vez, recebe uma bolsa-auxílio compatível com o mercado, além de auxílio transporte, recesso remunerado, seguro contra acidentes pessoais e tem uma carga horária reduzida. Com essa iniciativa, é possível auxiliar quem mais precisa na construção de um futuro digno, com instrução e independência financeira.
Colocando em prática o conteúdo teórico
Essa posição é voltada apenas para quem está matriculado e frequentando uma instituição de ensino médio, técnico, superior, educação especial ou dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da Educação de Jovens e Adultos – EJA.
A idade mínima é de 16 anos, conforme estipula o ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente. Assim, é possível colocar em prática o conteúdo apresentado em sala de aula. Isso garante, dentro de equipes de colaboradores, membros com conhecimentos fresquinhos, atualizados e, além disso, extremamente dispostos a agregar e fazer a diferença.
A chance de inovar
Essas características são fundamentais em todos os momentos, mas principalmente quando passamos por períodos de maior instabilidade e crises. Afinal, criatividade, proatividade e motivação são qualidades essenciais para inovar e se posicionar de maneira assertiva entre a alta competitividade dos setores da economia.
Por ser uma proposta voltada à inserção de jovens no mundo dos negócios, a maior parte desses indivíduos, quando conseguem a tão sonhada aprovação, vêm sem experiências prévias. Isso é uma ótima oportunidade para os líderes moldarem aquele talento em potencial rumo a novas posições dentro das equipes.
Portanto, abra as portas para quem mais precisa de uma chance! Isso irá garantir resultados sólidos, além de fazer a roda da economia girar, dando ao Brasil uma nova chance de recuperação.
Carlos Henrique Mencaci é presidente da Abres – Associação Brasileira de Estágios
Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA