0

As vendas do varejo ampliado devem cair 4,89% entre o terceiro e quarto trimestre do ano, de acordo com projeções da pesquisa Intenção de Compra, do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (IBEVAR). No ano, as vendas desse segmento, que incluem material de construção e automóveis, devem registrar uma retração de 9,35% na comparação com o mesmo período de 2019.

Segundo o economista e presidente do IBEVAR, Claudio Felisoni de Angelo, o que explica esse resultado são fatores como o aumento do desemprego, queda da massa real de pagamentos e incerteza em relação ao futuro imediato.

“Embora o resultado global seja de uma retração significativa das vendas, há registro de aumentos em alguns setores. Por outro lado, não se pode deixar de assinalar que o recuo estimado é menor do que aquele previsto até o final do terceiro trimestre, queda de 9% em 2020″, explicou.

Quando analisados os segmentos, o que deve apresentar maior queda entre o terceiro e quatro trimestre é o de outros artigos de uso pessoal e doméstico (-6,34%), seguido de livros, jornais revistas e papelaria (-4,77%), tecidos, vestuário e calçados (-4,11%), automóveis, motos, partes e peças (-3,39%).

Flávia Albuquerque – Repórter da Agência Brasil

Link

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Construção da Ponte Salvador-Itaparica deve começar em um ano, gerando oito mil novos empregos

Artigo anterior

Vantagens de estudar inglês durante o isolamento social

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Economia