Conecte-se conosco

Esportes

Tsuboi e Calderano representam o Brasil no WTT de Macau

Publicado

em

O Brasil vai ser representado por dois atletas no WTT de Macau de Tênis de Mesa. Hugo Calderano, sexto do ranking mundial, e Gustavo Tsuboi, 44° da lista, estarão no torneio que começa às 23h desta terça-feira (24), no horário de Brasília. A premiação é um dos grandes atrativos da disputa. Somente para participar, cada um dos 16 atletas recebeu uma bolsa de 15 mil dólares (mais de R$ 80 mil reais no câmbio atual). Se for campeão, o mesatenista pode faturar até 90 mil doláres (aproximadamente R$ 480 mil).

O WTT tem quatro cabeças de chave, com cada um deles se enfrentando em um grupo separado. Hugo Calderano, número 4 entre os cabeças de chave, encara o chinês Xu Xin, número 1 do grupo e segundo do ranking mundial, aproximadamente às 09h30 de quarta-feira (no horário de Brasília). A colocação neste grupo de quatro atletas definirá o posicionamento dos atletas nas quartas de final, quando os demais mesatenistas vão enfrentar esses cabeças de chave.

Enquanto isso, oito atletas, entre eles Gustavo Tsuboi, se enfrentam em um outro grupo em jogos eliminatórios. O primeiro desafio de Tsuboi será o chinês Zhao Zihao, com horário previsto para às 23h40 desta terça-feira (horário de Brasília).

Os vencedores desses duelos avançam para encarar os ranqueados entre as posições cinco e oito, nas oitavas de final. Os ganhadores, por sua vez, passam às quartas de final para os confrontos com os quatro cabeças de chave. A partir daí o torneio segue as regras normais de chaveamento.

O evento será o último do Restart, a bolha do tênis de mesa que marcou a retomada das competições internacionais com a Copa do Mundo e o ITTF Finals no início do mês. Os jogos terão transmissão ao vivo pela ITTF TV.

Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi ficam com o ouro do tênis de mesa dos Jogos Pan-Americanos (Alexandre Loureiro/COB

Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi vão representar o Brasil (Alexandre Loureiro/COB – Alexandre Loureiro/COB

Regras diferenciadas

O grupo dos cabeças de chave terá jogos com cinco sets. O vencedor será o atleta que fizer oito pontos primeiro. Não há necessidade de um atleta abrir dois pontos de vantagem em caso de empate em 7 a 7.

Já no grupo que define os classificados para as oitavas e nas duas fases seguintes, a regra será diferente. Os jogos terão cinco sets de 11 pontos, e o mesatenista que fizer o 11° ponto primeiro vence. Caso a partida vá para o set desempate, será necessário que um dos dois atletas abra dois pontos para vencer o jogo.

Nas semifinais, serão sete sets de 11 pontos cada e, na final, a partida terá nove sets de 11 pontos. Novamente, o mesa-tenista que fizer 11 pontos vence e há a necessidade de abrir dois pontos de vantagem em caso de set desempate.

O técnico do Hugo Calderano e consultor técnico da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM), Jean-René Mounié, acredita que o torneio deve ser valorizado pela chance de enfrentar muitos dos melhores atletas do mundo, apesar de não contar pontos no ranking. “A competição é disputada logo depois da Copa do Mundo e do ITTF Finals, sem tempo para adaptar-se. Foi muito bom ver o nível do Calderano no ITTF Finals. Ele chegou na China e jogou a Copa do Mundo sem possibilidade de treinar o suficiente. De qualquer forma, é bem positivo ter pelo menos dois ou três jogos contra top 5 do mundo nesta semana”, disse o treinador à assessoria da CBTM.



Juliano Justo – Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional – São Paulo

Link

Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA