0

Foto: Jéssica Nascimento/SJDHDS

Nesta sexta-feira (18), a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), por meio da Superintendência de Direitos Humanos (SUDH), realizou novas entregas de máscaras para instituições da sociedade civil da comunidade LGBTQIA+, que desenvolvem trabalhos sociais, culturais e educativos no estado.

No total, 1,2 mil máscaras foram entregues nesta sexta (18), beneficiando a Associação Cultural Caras & Bocas, BUMBÁ – Escola de Formação Cultural de Salvador e o Grupo Humanizar-se de Alagoinhas. Na semana passada, a ação foi destinada ao Grupo Diversidade de Catu e o Coletivo Fênix de Pojuca, com a distribuição de 850 máscaras.

Cerca de 3 mil máscaras serão entregues para diversas instituições, com o intuito de fortalecer o combate ao novo coronavírus, nos municípios de Catu, Alagoinhas, Pojuca, Serrinha e Ilha de Itaparica, além da Suburbana. Os equipamentos de proteção individual são oriundos de uma parceria com a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

Segundo o coordenador de Políticas LGBT, da SJDHDS, Gabriel Teixeira, a ação tem o objetivo de avançar com o repasse ao interior do estado, como uma forma de favorecer as ações de prevenção ao novo coronavírus. “Nós temos o compromisso de atender a comunidade LGBT em sua pluralidade. Entendemos que trabalhar lado a lado com os movimentos sociais é fazer pela comunidade, e isso significa fortalecer as políticas públicas em todas as instâncias. Já fizemos várias entregas em Salvador e nesse momento vamos intensificar a distribuição para o interior do estado”, explicou Teixeira.

A diretora da Associação Cultural Caras & Bocas, Rosy Silva, destacou que “essas máscaras vão fazer parte da ação Natal Solidário no Subúrbio, no dia 25 de dezembro. Vamos entregá-las para mais de 300 crianças, mães e pais, além dos brinquedos arrecadados voluntariamente. Com a pandemia, nada mais justo do que entregar essas doações para as pessoas e só temos a agradecer à secretaria por fazer parte de tudo isso”.

O representante do Grupo Diversidade de Catu, Davi Silva, ressaltou a importância da doação. “A partir desta parceria, podemos fazer com que as ações e as políticas públicas possam chegar até este público, um dos mais afetados e fragilizados durante esta pandemia. As máscaras são muito importantes para reforçamos as ações locais de prevenção dos movimentos e grupos LGBT”, pontuou.

Fonte: Ascom/SJDHDS

Luana Marinho

Link

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Casos de síndrome respiratória aguda grave caem

Artigo anterior

boletim aponta aumento de 6% dos casos e 11% das mortes

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em BA