0

O Senado Federal aprovou hoje (22) a Medida Provisória (MP) 974/20, que autoriza o Ministério da Saúde a prorrogar contratos de trabalho de 3.592 profissionais temporários de saúde que atuam nos seis hospitais federais localizados no estado do Rio de Janeiro. A matéria segue para sanção presidencial.

“Os enormes esforços na área da saúde pública para enfrentamento dos desafios impostos pela covid-19 simplesmente não autorizam que se abra mão de 3.592 profissionais sem que isso resulte em um sacrifício ainda maior à população do Rio de Janeiro”, disse o relator da matéria no Senado, Confúcio Moura (MDB-RO).

A MP sofreu alterações na Câmara dos Deputados. Dentre elas, foi suprimido o trecho que permitia uma recontratação emergencial de profissionais de saúde cujos contratos tenham se encerrado há menos de 24 meses. Outra mudança foi a extensão do prazo dos contratos para 31 de dezembro de 2020, fim do estado de calamidade decretado no país. O texto original previa 30 de novembro.

À época da edição da MP, em maio, o governo argumentou que manter os médicos, enfermeiros e demais profissionais temporários é essencial para o enfrentamento à covid-19 no estado, então um dos mais afetados pela pandemia.

Marcelo Brandão – Repórter da Agência Brasil 

Link

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Vitória do CRB é insuficiente e Juventude segue na Copa do Brasil

Artigo anterior

Operário e Cuiabá empatam em 1 a 1 na 11ª rodada

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Política