0

Se pudesse trocar os likes e compartilhamentos em suas redes sociais por moedas digitais, quais canais utilizaria? Para a maioria dos brasileiros, o melhor caminho é a divulgação pelo WhatsApp. É o que mostra uma pesquisa da WiBXutility token que promove fidelização entre varejistas e consumidores.

A empresa fez um levantamento em sua base de usuários e constatou que o aplicativo de mensagens é o canal preferido no compartilhamento de anúncios. Seis em cada dez produtos ou serviços são divulgados por este meio. O Facebook corresponde a 30% e o Twitter, aos 10% restantes. O valor médio de recompensa é inferior a 1 WiBX por engajamento, e os itens mais anunciados são bens de consumo.

O perfil dos usuários é de homens e mulheres com faixa etária entre 18 e 40 anos, de todas as classes sociais, com maior proporção entre as classes C e D. Mesmo presente em praticamente todos os estados, a maioria das pessoas reside nas cidades do Rio de Janeiro, de São Paulo e de São José dos Campos, sede da WiBX.

A pandemia de covid-19 impactou a presença de empresas na plataforma. Houve redução de cadastros no início do distanciamento social, em março, uma vez que o modelo também depende dos pontos físicos para retirada dos produtos. Contudo, a flexibilização do comércio e a popularidade da moeda digital fizeram o número de lojas cadastradas saltar mais de 60% em julho.

O valor da WiBX também valorizou mais de 160% no período, principalmente após a listagem da moeda no Mercado Bitcoin, a principal exchange de criptomoedas da América Latina. Essa conquista ajudou a popularizar o projeto e permitiu o aumento nas movimentações, com mais pessoas trocando o utility token entre si.

“O mercado de criptomoedas está crescendo muito no Brasil. As pessoas estão descobrindo que há soluções que oferecem recompensas em moedas digitais por situações corriqueiras do seu dia a dia, como compartilhar um produto ou serviço em suas redes sociais”, explica Cássio Rosas, Head de Marketing e Estratégia da WiBX.

Sobre a WiBX 

Criada pela startup Wiboo, a WiBX é um utility token de usabilidade em massa que promove um programa de fidelização entre varejistas e consumidores por meio das criptomoedas. Em sua plataforma, as empresas criam um ambiente on-line para divulgarem anúncios de seus produtos e serviços, permitindo que os usuários possam compartilhá-los em suas redes sociais. Dessa forma, a cada engajamento, eles ganham criptomoedas para trocarem por produtos na plataforma ou até para negociarem em exchanges de moedas digitais. A WiBX foi a primeira criptomoeda nacional a realizar um ICO sem ter problemas com órgãos regulamentadores e a ser listada no Mercado Bitcoin, a maior exchange da América Latina. Mais informações, acesse: https://www.wibx.io/

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

5 motivos para jogar fora seus PCs antigos – e porquê isso beneficiará seus negócios

Artigo anterior

NVIDIA adquire a Arm por US$ 40 bilhões, criando a principal empresa de computação do mundo para a era da IA

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Tecnologia