0

A quantidade de novos usuários externos liberados no Sistema Eletrônico de Informações da Bahia (SEI Bahia) registrou um aumento de 388% de janeiro a outubro de 2020. No primeiro mês deste ano, o SEI Bahia havia liberado 339 novos cadastrados. O total acumulado, somando os novos usuários que ingressaram no sistema durante todos os meses seguintes, até outubro, totalizou 9.788 cidadãos. Esse número reflete a eficácia do SEI Bahia para o cidadão comum, que é exatamente o público chamado de usuário externo.

Através do cadastro como usuário externo do SEI Bahia, a pessoa pode visualizar e acompanhar o processo, assinar e autenticar documentos, e em breve até fazer peticionamento eletrônico, que é a inclusão de possíveis documentos pendentes ao processo. O usuário externo pode ser qualquer cidadão, como um aluno em contato com a escola ou faculdade, um contribuinte para se relacionar com a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz), ou um produtor rural se relacionando com a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), e também qualquer fornecedor do Estado.

“Uma grande vantagem para o usuário externo é a possibilidade de recepcionar o documento onde ele estiver, até em outro Estado, e poder assinar, reconhecer firma e enviar tudo de maneira eletrônica, via sistema, de forma instantânea”, ressaltou o coordenador do SEI Bahia, Márcio Souza.

O cadastro como usuário externo é simples. Basta acessar o SEI Bahia na internet e seguir o manual de credenciamento disponível no próprio portal. Vale destacar que o usuário é obrigado a incluir um termo de concordância no cadastro, que vai garantir a veracidade de possíveis documentos a serem enviados eletronicamente.

Cedido ao governo baiano pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), o SEI Bahia começou a ser implantado em março de 2017. Desde então, os servidores já geraram mais de 1,8 milhão de processos por meio do sistema informatizado. Levando em conta o tamanho médio dos processos, a estimativa é de que o Estado tenha deixado de consumir no período mais de 280 milhões de folhas de papel. Esse número significa uma preservação de 14 mil árvores e uma economia superior a R$ 56 milhões aos cofres públicos.

Fonte: Ascom/Secretaria da Administração do Estado (Saeb)

Milena Leal

Link

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Antônio Cardoso: Pavimentação do acesso ao povoado de Poço beneficiará 90 mil moradores

Artigo anterior

Governo institui plano para o desenvolvimento dos recursos

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em BA