0
Se entre o público feminino o câncer de mama é um dos mais temerosos, entre os homens a preocupação é com a próstata. A glândula, responsável por produzir um fluido seminal que nutre e transporta o esperma, é a principal causa de câncer masculino. Para este ano, a estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA) é que a Bahia tenha 32.580 novos casos da doença, que alertam para um cuidado primordial: a saúde mental de quem é diagnosticado com o câncer.

O medo da morte é um dos principais sintomas que permeia quem descobre a existência de um tumor. A psicóloga do Sistema Hapvida, Marília Rios, destaca que, em geral, pacientes com câncer possuem uma incidência maior de depressão do que a população geral e, no caso dos homens, a sexualidade é um fator de grande preocupação. “O sofrimento do homem portador de câncer de próstata afeta seu bem-estar físico e emocional, assim como a qualidade de vida em geral. Dentro desta esfera, a rede de apoio composta por amigos e familiares deve ser ainda mais fortalecida”, aponta.

A especialista destaca que o suporte dado pelas pessoas mais próximas é muito importante para o bem-estar do paciente, pelo fato de ajudar o homem a lidar melhor com os procedimentos e efeitos colaterais do tratamento, além de influenciar no prognóstico positivo da doença. Após a confirmação do diagnóstico, os amigos podem se questionar em como ajudar. Marília comenta algumas atitudes que podem ser utilizadas no processo:

– Evitar trazer histórias e casos conhecidos, ainda que sejam como referências positivas, pois sabemos que cada caso é individual;

– Tente ser positivo na fala, reafirmando que está junto com a pessoa, se fazendo presente e disponível;

– Fale palavras de incentivo e motivação. Elogie e valide sua coragem, demonstrando o quanto admira. Isso faz toda diferença e ajuda na preservação da autoestima;

– Respeite as escolhas do paciente em relação ao tratamento e busque entender suas razões e sua visão sobre a doença.

Ajuda profissional

Além do acolhimento por parte das pessoas do seu círculo, a ajuda profissional é fundamental para que o homem consiga manter um equilíbrio emocional frente à descoberta e tratamento do câncer. “A psicoterapia avaliará as consequências psicológicas a partir da confirmação do diagnóstico, auxiliando o paciente a rever suas crenças e a lidar melhor com algumas situações da vida que, de alguma forma, podem causar a disfunção erétil. Será possível ajudá-lo no processo de autoconhecimento,  ressignificando suas vivências, manejando a ansiedade diante de situações frustrantes e trabalhando a autoestima”, detalha a psicóloga.

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Fundação Cultural do Estado tem inscrições abertas para dois editais em dança

Artigo anterior

Agricultura Familiar conta com novo Curso de Extensão online de Ovinocaprinocultura

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Notícias