conecte-se conosco

Economia

Revisão tarifária influencia lucro líquido da Eletrobras

Redação

Publicado

em

O lucro líquido de R$ 6,4 bilhões obtido pela Eletrobras no ano passado foi influenciado por fatores como a revisão tarifária periódica (RTP) para transmissão, que adicionou R$ 3,036 bilhões ao ano. Com isso, o Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) recorrente atingiu R$ 13,978 bilhões, com redução de 2% em relação a 2019.

O ex-presidente da Eletrobras Wilson Ferreira Júnior, que atualmente é membro do Conselho de Administração, destacou, porém, que no quarto trimestre do ano passado, o Ebitda recorrente somou R$ 4,575 bilhões, aumento de 46% em comparação a igual trimestre do ano anterior.

Ferreira Júnior lembrou também o pagamento final de dividendos, em fevereiro de 2021, de R$ 2, 292 bilhões, além dos ajustes decorrentes dos planos de demissão consensual, que resultaram no desligamento de 56 funcionários em 2020 e quase 400 no primeiro trimestre de 2021. Segundo ele, a redução de custos atingiu cerca de R$ 400 milhões.

O ex-presidente da Eletrobras chamou a atenção ainda para a conclusão da operação de venda de 23 sociedades de propósito específico no quarto trimestre do ano passado, que refletiu no ingresso de R$ 624 milhões no caixa da empresa.

Segundo Ferreira Júnior, outro destaque no balanço da Eletrobras do ano passado foi o conjunto de inovações trazido pela Medida Provisória 1.031, permitindo a capitalização da empresa, entre as quais a volta da golden share (ação que dá poder de veto ao acionista majoritário em alterações relacionadas à sociedade).

No caso da Eletrobras, os alcances da serão objeto de discussão no Congresso Nacional. Ferreira Júnior informou que, entre outras coisas, poderá ser discutido o poder de manutenção do nome Eletrobras e das sedes da empresa, que são regionais. “O que importa é que as decisões sejam obtidas via consenso entre os conselheiros eleitos [hoje são 11, que representam 100% dos votos de todos.”

Investimentos

Wilson Ferreira Júnior informou que, dos R$ 5,286 bilhões em investimentos programados para o ano passado, R$ 700 milhões não foram necessários. Na medida em que grandes empresas, como Santo Antonio e Belo Monte, tiveram permitida a suspensão de pagamentos ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), elas ficaram com caixa. “Era um investimento que estava orçado pela prudência, mas não foi necessário.”

O ex-presidente da Eletrobras ressaltou que, no ano passado, houve também restrições à circulação e à importação por causa das barreiras sanitárias, em função da pandemia do novo coronavírus, que atrasaram algumas obras.

Ferreira Júnior destacou que o plano de investimentos da Eletrobras e suas subsidiárias está em curso e disse que uma prova disso é que 56% dos investimentos aceleraram no quarto trimestre do ano passado.

Para 2021, a presidente interina e diretora Financeira e de Relações com Investidores da Eletrobras, Elvira Cavalcanti Presta, informou que os investimentos alcançam R$ 8,3 bilhões, sendo um terço relativo à obra de Angra 3. “Estamos bem comprometido com esse plano, mas há risco de dificuldades e problemas logísticos, se a pandemia tiver um recrudescimento, com barreiras sanitárias”.

Dos R$ 8,3 bilhões programados, a ideia é ter mais de 60% em execução este ano, disse Elvira.

Alana Gandra – Repórter da Agência Brasil

Link

Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Mercado financeiro prevê inflação em 4,92% neste ano

Redação

Publicado

em

Por

A previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), neste ano, subiu de 4,85% para 4,92%. Esse foi o segundo aumento consecutivo na estimativa que consta do boletim Focus, pesquisa divulgada semanalmente pelo Banco Central (BC), com a projeção para os principais indicadores econômicos.

Para 2022, a estimativa de inflação subiu de 3,53% para 3,60%. Tanto para 2023 como para 2024 a previsão é 3,25%, mantida há várias semanas.

A projeção para 2021 está acima do centro da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC, mas permanece dentro do limite de tolerância. A meta, definida pelo Conselho Monetário Nacional, é de 3,75% para este ano, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Ou seja, o limite inferior é de 2,25% e o superior de 5,25%.

Taxa de juros

Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, estabelecida atualmente em 2,75% ao ano pelo Comitê de Política Monetária (Copom).

Para o mercado financeiro, a expectativa é que a Selic encerre 2021 em 5,25% ao ano. Para o fim de 2022, a estimativa é que a taxa básica chegue a 6% ao ano. E para o fim de 2023 e 2024, a previsão é 6,5% ao ano e 6,13% ao ano, respectivamente.

Quando o Copom aumenta a taxa básica de juros, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação e estimulando a atividade econômica.

Além da taxa Selic, os bancos consideram outros fatores na hora de definir os juros cobrados dos consumidores, como risco de inadimplência, lucro e despesas administrativas.

PIB e câmbio

As instituições financeiras consultadas pelo BC ajustaram a projeção para o crescimento da economia brasileira este ano de 3,08% para 3,04%. Para o próximo ano, a expectativa para Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – é de crescimento de 2,34% (contra 2,33%, na semana passada). Para 2023 e 2024, o mercado financeiro projeta expansão do PIB de 2,5%.

A expectativa para a cotação do dólar subiu de R$ 5,37 para R$ 5,40 ao final deste ano. Para o fim de 2022, a previsão é que a moeda americana fique em R$ 5,26. Na semana passada, a previsão para o próximo ano era R$ 5,25.

Kelly Oliveira – Repórter da Agência Brasil

Link

Continue lendo

Economia

Auxílio emergencial é pago a beneficiários do Bolsa Família com NIS 2

Redação

Publicado

em

Por

Os beneficiários do Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) terminado em 2 recebem hoje (19) a primeira parcela do auxílio emergencial 2021. Os recursos podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem, por quem recebe pela conta poupança social digital, ou sacados por meio do Cartão Bolsa Família ou do Cartão Cidadão.

O recebimento dos recursos segue o calendário normal do Bolsa Família, pago nos últimos dez dias úteis de cada mês. A primeira parcela começou a ser depositada na última sexta-feira (16) e será paga até 30 de abril.

Calendário de pagamento das parcelas do auxílio emergencial.

Calendário de pagamento das parcelas do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família – Arte/Agência Brasil

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br.

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante quatro meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

Regras

Pelas regras estabelecidas, o auxílio será pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo. É necessário que o beneficiário já tenha sido considerado elegível até o mês de dezembro de 2020, pois não há nova fase de inscrições. Para quem recebe o Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso, seja a parcela paga no programa social, seja a do auxílio emergencial.

Quem recebe na poupança social digital, pode movimentar os recursos pelo aplicativo Caixa Tem. Com ele, é possível fazer compras na internet e nas maquininhas em diversos estabelecimentos comerciais, por meio do cartão de débito virtual e QR Code. O beneficiário também pode pagar boletos e contas, como água e telefone, pelo próprio aplicativo ou nas casas lotéricas. A conta é uma poupança simplificada, sem tarifas de manutenção, com limite mensal de movimentação de R$ 5 mil.

A Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para receber o benefício, a regularização do CPF e os critérios de desempate dentro da mesma família para ter acesso ao auxílio.

* Colaborou Andreia Verdélio

Wellton Máximo* – Repórter da Agência Brasil

Link

Continue lendo

Economia

Agência Brasil explica: o que é Ibovespa

Redação

Publicado

em

Por

O movimento de “sobe e desce” das ações (frações de capital de uma empresa; quem compra ações torna-se sócio) no país é avaliado, em tempo real, em todos os dias úteis da semana, por meio do Ibovespa. Esse é o principal indicador das ações negociadas na B3 (bolsa de valores brasileira).

O indicador é observado com atenção por analistas do mercado financeiro, investidores, imprensa especializada e por quem quer saber como anda a economia do país, já que é um termômetro do desempenho das empresas e, por consequência, da atividade econômica brasileira.

Criado em 1968, o Ibovespa é formado por uma carteira teórica de ativos negociada na bolsa. Mas nem todas as ações de empresas listadas na B3 fazem parte do índice. No Ibovespa, estão os papéis mais negociados nos últimos meses, reunindo ações que tiveram maior volume de movimentação de dinheiro. Periodicamente, a B3 reavalia as ações que fazem parte do Ibovespa.

E o que é a B3?

O Ibovespa foi criado um ano depois do surgimento da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Como explica a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), no guia Como funciona a bolsa? , a instituição é um “ponto de encontro” de investidores interessados em comprar e vender ativos.

Quando se fala em bolsa, é comum vir à mente a imagem de uma sala com pessoas gritando ao telefone para comprar ou vender papéis. Mas a CVM lembra que a partir de 2005 na Bovespa e de 2009 na BM&F (que na época eram sociedades diferentes), o pregão presencial viva voz foi extinto, e as negociações passaram a ser realizadas por meio de sistemas eletrônicos.

Mas o conceito continuou o mesmo: há um ambiente de negociação (eletrônico) em que as ordens de compra e venda são registradas. A B3 – Brasil, Bolsa e Balcão – administra o sistema de negociação de ativos.

A bolsa desempenha atividades como negociação, compensação, liquidação, depósito e registro de ativos, como ações e títulos de renda fixa corporativa.

Em 2008, houve a fusão entre a Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) e a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Em 2017, foi anunciada a fusão da BM&F Bovespa com a Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos (Cetip) para formar a B3.

Pontos do Ibovespa

Como explica a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), no site Como Investir, os pontos são formados pelo preço de cada ação no dia, multiplicado pela quantidade de papéis dentro do índice. Essa conta é feita considerando as ações de todas as empresas que compõem o índice. Depois de fazer esse cálculo, é aplicado um redutor e,com isso, chega-se à pontuação do índice. Em termos financeiros, cada ponto equivale a R$ 1, explica a Anbima.

Oscilações

O preço de uma ação reflete a percepção do mercado sobre como serão os resultados de uma empresa. Para fazer essa análise, são considerados os dados da empresa, o setor a que pertence, a economia do país e do mundo. Quando a expectativa é de resultados bons, as ações sobem, e caem quando a situação é contrária.

Kelly Oliveira – Repórter da Agência Brasil

Link

Continue lendo

TENDÊNCIA