0

A recuperação da zona do euro de sua maior contração já registrada vacilou em agosto uma vez que o crescimento do dominante setor de serviços foi quase paralisado, mostrou nesta quinta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compra (PMI, na sigla em inglês).

O PMI Composto final do IHS Markit, considerado uma boa medida da saúde econômica, caiu para 51,9 no mês passado e estava em 54,9 em julho – perto da marca de 50 que separa crescimento de contração, embora um pouco melhor do que a preliminar de 51,6.

O PMI de serviços recuou de 54,7 em julho para 50,5 em agosto, melhor do que a leitura preliminar de 50,1.

“As empresas do setor de serviços na zona do euro viram o crescimento da atividade ficar quase paralisado em agosto, alimentando preocupações de que a recuperação pós lockdown começou a desaparecer em meio às restrições de distanciamento social ligadas à covid-19″, disse Chris Williamson, economista-chefe do IHS Markit.

A demanda diminuiu no bloco embora as empresas tenham reduzido preços. O número de trabalhadores caiu pelo sexto mês seguido.

Jonathan Cable – Repórter da Reuters

Link

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Anvisa amplia número de voluntários para testar vacina de Oxford

Artigo anterior

Palmeiras e dupla Gre-Nal voltam a campo pela Libertadores

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *