Conecte-se conosco

BA

Programa de manutenção preventiva segue com ações na área do Centro Histórico de Salvador

Publicado

em

Logo

O programa de manutenção preventiva realizado pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) no Centro Histórico de Salvador (CHS) é pontual e constante nas ruas do território tombado. São ações que envolvem limpeza e pintura da área externa dos antigos casarões, reparo em telhados, recuperação do pavimento e troca de lâmpadas dos candeeiros.   

A ação integra a política do Governo do Estado de valorizar e preservar a região, importante ponto cultural, histórico e turístico da capital baiana. Nas ruas das Laranjeiras, Inácio Aciole, Frei Vicente, assim como no Terreiro de Jesus, Praça da Sé e Largo do Pelourinho, dezenas de imóveis tiveram suas fachadas completamente restauradas pela Conder no primeiro semestre deste ano.    

“A umidade e exposição a chuva e ao sol causam danos à pintura e podem afetar também a estrutura dos casarões históricos. Por isso, é importante esse trabalho de manutenção, sem falar que o colorido imprime um novo visual, valorizando ainda mais os imóveis”, esclarece Maurício Mathias, diretor de Habitação e Urbanização Integrada da Conder. Ao todo, em 2021, já foram realizados serviços de limpeza e pintura em mais de oito mil metros quadrados de área de casarões e prédios históricos da região.   

Para reduzir a poluição visual e dar mais celeridade ao trabalho de limpeza e pintura dos casarões, os andaimes foram substituídos por plataformas hidráulicas, que funcionam como guindaste, levando o operário até o ponto da intervenção.   

Cartão postal   

O azul da fachada de um dos mais importantes cartões postais do Centro Histórico de Salvador, a Fundação Casa de Jorge Amado, recuperou recentemente seu tom vibrante, graças à Conder. Localizado no Largo do Pelourinho, o prédio da instituição que já se tornou ponto de referência para turistas e baianos, teve a sua área externa recuperada com limpeza e nova pintura.    

Para a diretora da instituição, Ângela Fraga, a iniciativa é fundamental e demonstra o cuidado com a preservação do patrimônio. “Estamos nos preparando para reabrir o espaço e essa parceria com a Conder é importante porque denota que, mesmo no período da pandemia, há o cuidado com a preservação da história e a cultura deste território”, afirma.    

O mesmo trabalho foi realizado no Museu da Cidade, também no Largo do Pelourinho; no prédio do Cine Excelsior, localizado na Praça da Sé; no Museu Tempostal, na Rua Gregório de Matos; e no Theatro XVIII, na Rua Frei Vicente, onde a Conder realizou ainda serviços de recuperação das instalações elétricas e hidro-sanitárias, além do restauro das esquadrias e pintura interna do imóvel.   

Pamela Simplício

Link

Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Light Dark Dark Light