0

A Prefeitura do Rio, por meio da Subsecretaria de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), mantém a proibição do autosserviço nos buffets na Fase 6B do plano de retomada das atividades no município. Nos estabelecimentos com buffet, o sistema self-service e as degustações ainda não estão permitidas durante o período da pandemia, de acordo com os protocolos higiênico-sanitários para serviços de alimentação.

— O compartilhamento de objetos como conchas, pegadores de saladas e outros talheres pode favorecer a veiculação do vírus. Usar luvas de plástico também não protege dessa contaminação. O que está nos protocolos sanitários e que recomendamos é que os estabelecimentos desse tipo tenham um funcionário paramentado com máscara, gorro e com as mãos higienizadas para servir os pratos. Essa é uma medida necessária para garantir a segurança de todos — alerta o superintendente de Educação e Projetos da Subsecretaria de Vigilância Sanitária, Flávio Graça.

Esses locais devem manter uma rotina de distribuição para que o cliente seja servido por um funcionário e se dirija à mesa, sem gerar aglomeração ou cruzamento de fluxo. Essa medida permanece porque o serviço de self-service oferece alto risco de contaminação, não apenas dos utensílios, mas também dos alimentos e das superfícies de contato. A população deve colaborar respeitando as regras sanitárias vigentes e denunciando o descumprimento das medidas na Central de Atendimento 1746, por telefone, aplicativo ou pelo site.

Regras para serviços de alimentação Além da proibição do autosserviços, outros protocolos higiênico-sanitários também devem ser seguidos nestes estabelecimentos. Entre eles, está a determinação de que mesas, balcões, pistas e outros equipamentos de buffet, assim como móveis onde os alimentos são oferecidos aos clientes, tenham protetores salivares que funcionarão como barreira física para garantir a proteção dos alimentos.

Já para o manuseio das refeições, nos serviços de buffet, o funcionário do estabelecimento deve estar utilizando equipamentos de proteção individual (EPIs) necessários: gorro e máscara. Para padarias, confeitarias, lojas de conveniência e afins, é recomendado manter prateleiras, vitrines expositoras e geladeiras com pequenas quantidades de itens, fazendo a reposição de acordo com a necessidade de consumo.

Os estabelecimentos que descumprirem estas regras serão advertidos, multados e, caso permaneçam com o serviço, terão seu balcão interditado. Mais informações sobre as medidas para o retorno dos serviços de alimentação podem ser consultadas no link: https://bit.ly/3k8imwD.

Números desde o início da pandemia

Desde o início da pandemia, em março, a Subsecretaria de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde fez 11.221 inspeções com foco em coibir o descumprimento das Regras de Ouro, a falta de condições higiênico-sanitárias, e aglomerações nos estabelecimentos. Foram aplicadas 4.918 infrações, sendo 556 por aglomeração, e 296 estabelecimentos foram interditados.

A Vigilância Sanitária reafirma a importância de os cidadãos registrarem o descumprimento das medidas na Central 1746. Por conta da grande demanda, as inspeções são programadas com base nas denúncias no canal da Prefeitura. Vale reforçar que é necessário que a população colabore, evitando aglomerações, cumprindo as Regras de Ouro e contribuindo para que o município diminua os índices de contágio da Covid-19.

Fotos neste link:
https://www.flickr.com/photos/184860631@N07/albums/72157716113294531
(Divulgação/Vigilância Sanitária)

otavio leite

Link

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

COVID-19: Estudo pode dar origem a teste capaz de prever hospitalização de pacientes

Artigo anterior

Prefeitura do Rio emite 126 notificações em um mês de fiscalizações para coibir transporte irregular de resíduos

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em RJ