0

A Assessoria de Comunicação Social da Procuradoria Geral do Estado da Bahia (PGE-BA) conquistou, pela primeira vez, o Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça. A PGE-BA foi a vencedora na categoria Vídeo Institucional, com o documentário “Lei Caó (7.716/89) – 30 anos de existência e resistência – A lei que criminalizou o racismo”. 

O Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça promovido pelo Fórum Nacional de Comunicação e Justiça (FNCJ) é o maior prêmio nacional que valoriza e reconhece os trabalhos desenvolvidos pelos profissionais das instituições públicas e das associações das classes do Sistema de Justiça de todo o Brasil. Em 2020, 18ª edição do prêmio, foram 199 trabalhos inscritos em 13 categorias. 

Para a assessora de comunicação da PGE, Mara Santana, “esse prêmio é o resultado de um trabalho comprometido de uma equipe que diariamente vence os desafios da comunicação pública. É um orgulho saber que a nossa PGE chega ao mesmo nível de excelência de grandes instituições do Poder Judiciário que também são vencedoras do prêmio”, analisa. 
O vídeo relata a trajetória de vida do advogado e jornalista baiano Carlos Alberto Caó de Oliveira, autor da lei 7.716/89, que criminalizou o racismo no Brasil. 

Milena Leal

Link

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

IBGE: obesidade mais do que dobra na população com mais de 20 anos

Artigo anterior

Governo do Estado antecipa salário no mês do servidor

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em BA