0

 

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) prendeu hoje (23) o ex-deputado estadual Silas Bento e o filho dele, Vanderson Bento, acusados de participar de um esquema de rachadinha no gabinete de Silas, na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Os mandados de prisão preventiva foram expedidos pela 2ª Vara Criminal de Cabo Frio.

Segundo a denúncia do MPRJ, uma das assessoras de Silas Bento foi nomeada em janeiro de 2017 para seu gabinete, com a condição de repassar R$ 10 mil de seu salário de R$ 11 mil para Vanderson. A assessora não precisaria comparecer ao gabinete. O prejuízo causado pelo suposto esquema aos cofres públicos pode ter chegado a R$ 250 mil.

A assessora terá que comparecer mensalmente à Justiça e não poderá manter contato com Silas ou com o filho dele. Os três foram denunciados por organização criminosa e peculato. Já Silas foi denunciado também por lavagem de dinheiro e extorsão.

Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil

Link

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Prévia da inflação tem maior alta para outubro desde 1995: 0,94%

Artigo anterior

Estado efetua pagamento da quarta parcela do vale-alimentação estudantil na próxima segunda (26)

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Política