Conecte-se conosco

BA

II Feira Literária de Canudos encerra com a participação de mais de 70 convidados e público de todo o país

Publicado

em

II Feira Literária de Canudos encerra com a participação de mais de 70 convidados e público de todo o país

Com mais de 70 convidados da literatura, artes plásticas, música, teatro, cordel, fotografia e cinema, além de pesquisadores, a II Feira Literária de Canudos (Flican) foi encerrada na noite de sábado (10), com o show de celebração Viva Canudos! Viva Conselheiro!, com Fábio Paes, Roze e Gereba. Transmitida ao vivo pelos canais do Youtube da TV Canudos e do Campus Avançado da Uneb em Canudos, a Flican atraiu público de todo o país e do exterior, ao colocar no centro das conversas e apresentações a arte como forma de resistência.

“O tema Canudos como símbolo de resistência, especialmente no momento em que vivemos, consegue aglutinar sempre artistas e pensadores com ótimo conteúdo. São essas pessoas que fazem com que a Flican venha se consolidando seu espaço, entre os importantes eventos literários do país. A partir de agora, já começamos a pensar na próxima edição para que seja tão exitosa como a de 2021”, destacou o curador da feira, o professor e pesquisador Luiz Paulo Neiva.

Ao longo dos três dias do evento que a aconteceu de forma virtual e foi ciceroneado pelo ator Jackson Costa, diretamente de Canudos, o público pode conferir as apresentações da professora emérita da USP e uma das maiores autoridades da temática Canudos e obra de Euclides da Cunha, Walnice Galvão, dos jornalistas Xico Sá e Franklim Martins. E ainda, os escritores Aleilton Fonseca, Franklin Carvalho e Marcelino Freire, o poeta Bráulio Tavares, os diretores teatrais Paulo Dourado e José Celso Martinez e os estudiosos baianos Manoel Neto e Antônio Olavo, Neuma Paes e Ilza Carla. Entre as atrações musicais, além de Gereba, Fábio Paes, Roze, se destacaram como atrações musicais Targino Gondim, a Orquestra Sisaleira de Conceição de Coité e Bião de Canudos.

Esta edição da feira homenageou quatro personalidades pelas suas valiosas contribuições à preservação da memória e da história de Canudos: o professor José Calasans Brandão da Silva (1915-2015), o educador e jornalista Edivaldo Machado Boaventura (1933-2018), o artista plástico Trípoli Francisco Gaudenzi e o laureado fotógrafo Evandro Teixeira, um dos maiores fotojornalistas do país.

O projeto teve apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Pedro Calmon (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Milena Leal

Link

Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA