0

As secretarias de Cultura e Economia Criativa (SEC) e de Relações Internacionais (SERI) do Governo do Estado selecionaram vídeos produzidos nos últimos anos pela Organização das Nações Unidas para celebrar os 75 anos da ONU, completados neste sábado (24).

As produções, com duração entre 45 segundos e 30 minutos, abordam temas diversos, como racismo, violência contra a mulher, refugiados, pandemia de COVID-19, Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e até a obra Guerra e Paz, de Cândido Portinari, exposta na sede da ONU, em Nova Iorque.

A mostra é exibida a partir deste sábado (24) pela plataforma de streaming e vídeo por demanda #CulturaEmCasa, parceria da SEC com a Organização Social Amigos da Arte.

“Celebramos os 75 anos da ONU reafirmando o compromisso de São Paulo com o desenvolvimento sustentável e a importância que creditamos ao multilateralismo e à cooperação entre os povos”, afirma Julio Serson, secretário titular da SERI.

De acordo com o chefe da ONU, o português António Guterres, a organização “só surgiu depois de um imenso sofrimento. Foram necessárias duas guerras mundiais, milhões de mortes e os horrores do Holocausto para que os líderes mundiais se comprometessem com a cooperação internacional e o Estado de Direito”. A declaração de Guterres foi feita durante o evento de aniversário da organização no hall da Assembleia Geral em Nova Iorque.

A comemoração do aniversário da ONU é a segunda parceria entre SEC e SERI deste ano. A primeira aconteceu em setembro, com a exibição da primeira Mostra Internacional de Cinema Virtual. A mostra teve o apoio de embaixadas, consulados e institutos culturais sediados em São Paulo que ofereceram 33 filmes de 21 países também exibidos pela plataforma #CulturaEmCasa.

Vídeos

Acesso pela plataforma #CulturaEmCasa – www.culturaemcasa.com.br

Crédito: ONU Brasil

1) Nações Unidas: Soluções urgentes para períodos difíceis

Descrição: Especial realizado para a comemoração dos 75 anos da ONU e que marca os cinco anos desde a adoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Conta a história do mundo como ele é, como era e como poderia ser. Foca ainda nas soluções e ações que devem ser tomadas para o combate da pobreza, desigualdade, injustiça e mudanças climáticas.

Participam o secretário-geral António Guterres, Malala Yousafzai, Don Cheadle, Michelle Yeoh, Forest Whitaker, Thandie Newton, Sugata Mitra além das performances do músico indicado ao Grammy Burna Boy, e de Beyoncé.

2) Artistas unidos contra o racismo | UNESCO

Descrição: Artistas e jornalistas de várias partes do mundo participam deste vídeo sobre a importância de se manifestar a favor dos direitos humanos.

3) O sonho impossível?

Descrição: Filme de animação que apresenta uma situação familiar: a mulher que trabalha fora e ainda tem de fazer tudo em casa sozinha.

4) Unicef: Algumas histórias nunca foram feitas para crianças

Descrição: Por que a vida é tão dura? É a pergunta que Ivine, uma menina de 14 anos que foi forçada a fugir de casa, faz a si mesma. Este vídeo conta a trajetória da fuga dela, com sua família.

5) Homem de verdade não bate em mulher

Descrição: Uma em cada cinco brasileiras afirma já ter sido vítima de agressão dentro de casa.

Seis em cada 10 brasileiros conhecem alguma mulher que foi vítima de violência doméstica. O parceiro (marido ou namorado) é o responsável por mais de 80% dos casos reportados.

Machismo (46%) e alcoolismo (31%) são apontados como principais fatores que contribuem para a violência. 52% das mulheres vítimas de agressão acreditam que juízes e policiais desqualificam o problema.

O medo continua sendo a razão principal (68%) para evitar a denúncia dos agressores. 60% das brasileiras se sentem mais protegidas com a criação da Lei Maria da Penha.

Saiba o que pensam Cauã Reymond, Rodrigo Simas, Flávio Canto, Thiago Fragoso, Gabriel Braga Nunes, Diogo Nogueira — e Maria da Penha sobre esse assunto.

6) ONU: A inspiração de Portinari para ‘Guerra e Paz’

Descrição: João Candido Portinari explica a inspiração e o significado por trás de ‘Guerra e Paz’, murais que foram pintados pelo seu pai, Candido Portinari, e serviu como contribuição artística do Brasil para sede das Nações Unidas em Nova York.

7) Camila Pitanga – ElesPorElas HeForShe

Descrição: “Quantos preconceitos uma mulher precisa superar ao longo da vida?”, por Camila Pitanga

8) UNICEF | Malak e o barco: uma viagem da Síria

Descrição: Malak, uma menina síria de 7 anos, fugiu da guerra na Síria com sua família. Eles passaram por uma perigosa jornada pelo Mediterrâneo.

9) Escritores e amantes da poesia contam em versos como enfrentam a COVID-19

Descrição: Em auto isolamento, autor moçambicano, Mia Couto, encabeça lista virtual de declamadores e autores que inspiram solidariedade e resiliência face à pandemia; ONU News convidou participantes dos países de língua portuguesa e da diáspora; conheça alguns poemas lidos de Moçambique, Brasil, Estados Unidos, Portugal e Espanha.

10) É assim que nos levantamos (Maya Angelou) | FIDA

Descrição: Empodere uma mulher. Alimente uma nação. É assim que nos levantamos.

Narrado pela voz da ativista humanitária e poeta norte-americana Maya Angelou, o filme utiliza trechos do seu aclamado poema “Ainda assim me levanto” para ilustrar o cotidiano de várias mulheres produtoras de alimentos em todo o mundo.

Mulheres rurais estão encarando de frente os efeitos das mudanças climáticas, porém possuem acesso limitado aos recursos produtivos, serviços, educação e oportunidades de trabalho, ao mesmo tempo que exercem horas excessivas de trabalho e usufruem de pouco poder de decisão.

O vídeo faz parte faz parte da campanha global “Verdadeiras Inovadoras”, do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola das Nações Unidas (FIDA).

11) Unicef: Mustafa sai para uma caminhada

Descrição: Já se perguntou como uma criança se sente quando é forçada a fugir de casa? Deixar para trás entes queridos e posses é traumático. Esta é a história de Mustafa.

12) Objetivos Globais da ONU: A maior lição do mundo

Descrição: Sobre os Objetivos Globais da ONU e porque eles são tão importantes.

13) Objetivos Globais da ONU: como melhorar a vida em todo o mundo?

Descrição: Explica o que são os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) por meio do hip hop

14) Objetivos Globais – números em ação

Descrição: O mundo tem apenas 14 anos para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, os ODS. A chamada Agenda 2030 foi assinada na ONU em setembro de 2015 por 193 países.

Gustavo Aleixo

Link

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Conexão Mata Atlântica fornecerá mudas de espécies nativas de interesse econômico

Artigo anterior

Prefeitura do Rio inicia censo da população em situação de rua para formular políticas públicas e reinserir pessoas no mercado de trabalho

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em SP