0

O governo do Distrito Federal restringiu o horário de funcionamento de bares e restaurantes até as 23h em razão da pandemia de covid-19. O decreto assinado pelo governador Ibaneis Rocha foi publicado no Diário Oficial do DF e entra em vigor hoje (1º).

De acordo com o texto, a medida visa conter a disseminação do novo coronavírus, garantir o adequado funcionamento dos serviços de saúde e evitar o aumento no número de casos e internações decorrentes da doença. O decreto reforça ainda a continuidade de todos os protocolos e medidas de segurança, como a obrigatoriedade do uso de máscara, distanciamento de pelo menos dois metros entre pessoas, higienização de cadeiras e mesas e organização de filas.

“Após observar, no fim de semana passada, uma tendência de aglomerações de pessoas em bares, restaurantes e eventos culturais, o Governo do Distrito Federal voltou a adotar medidas restritivas para conter o avanço das infecções por coronavírus”, informou a Agência Brasília, agência de notícias oficial do governo distrital.

Ontem (30), em coletiva de imprensa, o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, fez um apelo à população para que todos continuem tomando as medidas de proteção contra a covid-19, em um momento em que a transmissibilidade da doença aumentou em 30 das 34 regiões administrativas da capital federal. A taxa de transmissão da doença, calculada até a última sexta-feira (27), subiu de 1 para 1,3, em média.

Além disso, um inquérito epidemiológico será aplicado nas 34 regiões administrativas a partir de amanhã (2), começando por Ceilândia.

Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil

Link

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Seis milhões de pessoas pediram empréstimo na pandemia, diz IBGE

Artigo anterior

Balança comercial registra superávit de US$ 3,73 bi em novembro

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Saúde