Conecte-se conosco

BA

Fapesb divulga resultados do PPSUS que vai contemplar projetos na área de saúde

Redação

Publicado

em

Fapesb divulga resultados do PPSUS que vai contemplar projetos na área de saúde

Foto: Divulgação

Na sétima edição, o Programa de Pesquisa para o SUS (PPSUS) vai contemplar 38 projetos de pesquisa, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb), Ministério da Saúde (MS), Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

O objetivo do programa é apoiar pesquisadores, para que possam dar continuidade aos seus projetos, com foco na resolução dos problemas de saúde locais, a fim de reduzir as desigualdades regionais, na inovação e no desenvolvimento científico e tecnológico em saúde.

A Bahia, que participou de todas as edições do programa, está com o sexto edital em vigência, com previsão de término para janeiro de 2022. Nneste ano, serão ofertados R$ 5.250.000,00 para o financiamento de bolsas de mestrado e doutorado.

De acordo com o diretor de Inovação da Fapesb, Handerson Leitte, as linhas de pesquisa do programa contemplam assuntos da atualidade e que são de extrema importância para a melhoria dos serviços de saúde ofertados pelo SUS. “Entre os temas das linhas de pesquisa, que foram discutidos na Oficina de Prioridades, realizada com pesquisadores a partir de propostas da Sesab, estão: Ações de vigilância, proteção, promoção e prevenção em saúde nos territórios e em todos os níveis de atenção; Atenção básica de forma integrada e resolutiva; Redes de atenção à saúde (RAS) de forma regionalizada, ampliando a equidade de acesso, garantindo a integralidade e a segurança do paciente; Política de gestão do trabalho e educação na saúde; Gestão estratégica do SUS/BA”, explica Handerson Leitte.

O diretor ressalta também que diversos dos trabalhos aprovados estudam a Covid-19, o que representa o entendimento dos participantes quanto às demandas atuais do setor e que pode auxiliar o SUS no período pós-pandemia. A lista completa dos projetos aprovados está disponível no site da Fapesb.

A secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Adélia Pinheiro, destaca que esta edição traz a reafirmação do investimento em pesquisa para o SUS, tendo em vista que a Fapesb conseguiu aderir ao programa pela sétima vez consecutiva, em uma época pandêmica, quando o mundo inteiro volta a atenção para a necessidade de promover pesquisas científicas, principalmente direcionadas à saúde pública.

“Das 141 propostas submetidas, aprovamos 38 projetos, oriundos de diversos municípios, contemplando todas as regiões do nosso estado, através de Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa, em um número amplo de instituições. Esses resultados iniciais demonstram os esforços do Governo do Estado em potencializar os municípios do interior e o contínuo trabalho da Secti, quem administra a Fapesb, em manter os agentes do ecossistema de CTI integrados, para promover a qualidade da atenção à saúde no estado da Bahia, com significativa contribuição para o desenvolvimento científico e tecnológico no SUS”, afirma a secretária.

Fonte: Ascom/Secti

Luana Marinho

Link

Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA