0

A rede estadual de ensino do Estado da Bahia está representada na Olimpíada Brasileira de Física (OBF) pela estudante Edilma Alves, 21 anos, do Colégio Estadual do Campo (CECAF), no município de Campo Formoso. Classificada para a segunda fase do campeonato, a jovem está na expectativa para fazer as provas, que acontecem no dia 28 deste mês. A classificação de Edilma conta com o incentivo e apoio da Secretaria da Educação do Estado (SEC), através do programa Bahia Olímpica, que visa mobilizar a comunidade estudantil para as olimpíadas nacionais e estaduais em diversas áreas do conhecimento, promovendo visibilidade às suas potencialidades.

“Ter sido classificada para a segunda fase em uma olimpíada nacional tão importante e concorrida, como é a de Física, é muito bom, sinto-me bastante orgulhosa. A Física tem uma importância fundamental no dia a dia das pessoas, porque ela está presente em todos os lugares e devo ao meu professor Damon Ferreira Farias o meu entendimento de Física, a minha descoberta pela disciplina”, revela a estudante Edilma, que diz estar mantendo uma rotina de estudos de preparação para a prova por meio de leituras frequentes e atividades enviadas pelo professor.

A coordenadora do programa Bahia Olímpica, Shirley Costa, falou sobre a premiação da estudante da rede estadual. “O Bahia Olímpica vibra junto com a estudante Edilma, que atendeu ao nosso chamado e conseguiu participar com louvor da Olimpíada Brasileira de Física. Afinal, o objetivo do programa é mobilizar, apoiar e desenvolver as potencialidades de estudantes e professores para a participação em desafios, maratonas, olimpíadas e outras ações da mesma natureza. O Bahia Olímpica reconhece o enorme potencial intelectual dessas iniciativas para a melhoria do desempenho escolar, bem como para o estímulo ao prosseguimento dos estudos”.

Ambientes importantes de valorização dos estudantes e professores, além de contribuírem para o desenvolvimento das habilidades nos diversos componentes curriculares, as olimpíadas nacionais e estaduais, realizadas em diversas áreas do conhecimento, ganharam, este ano, formatos on-line, por causa da pandemia do Coronavírus.

A organização da Olimpíada Brasileira de Física destaca que, este ano, devido ao formato virtual, os professores devem cadastrar até o dia 15 de novembro, na área do professor do site da OBF, os endereços de e-mail de seus estudantes com pontuações iguais ou superiores às notas de corte. Somente candidatos com e-mails cadastrados poderão fazer a Prova Especial Teórica das segunda e terceira fases. O site de aplicação das provas online da OBF/2020 já pode ser acessado no endereço https://app.graxaim.org/obf/2020. Neste endereço também há informações mais detalhadas sobre a como a competição on-line será realizada

Milena Leal

Link

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Bolsonaro recebe credenciais de três novos embaixadores no Brasil

Artigo anterior

Inscrições para primeiro leilão eletrônico do Estado estão abertas até o dia 20 desse mês

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em BA