0

Com o intuito de ampliar as experiências voltadas para a educação integral e integradora, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) garantiu o repasse de R$ 9.520.099 milhões de recurso próprio do Estado, via Fundo de Assistência Educacional (FAED), para a implementação dos programas e projetos estratégicos da educação nas unidades escolares da rede estadual de ensino. Além dos projetos já implementados e conhecidos pelos gestores e pela comunidade escolar, dentre eles o Grafitaê; Transformaê; Jogos Escolares; projetos artísticos e culturais; Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC); Programa Ciência na Escola; Programa Saúde na Escola; e Hortas Escolares, outros também serão incorporados.

O coordenador executivo de Programas e Projetos Estratégicos da SEC, Marcius Gomes, destacou a universalização dos recursos e das ações e explicou como o FAED potencializará as práticas educativas nas escolas. “No ano letivo de 2021, cada uma das 1.111 unidades da rede estadual contará com recursos para o financiamento de, no mínimo, um dos programas ou projetos estratégicos da educação da Bahia. Em decorrência do contexto atual de pandemia, foi acolhida a estratégia de enfatizar, por meio do repasse, a importância do engajamento das nossas unidades para efetivar um currículo que potencializa nossos indicadores de qualidade, o protagonismo da nossa juventude e uma escola acolhedora e participativa”.

O superintendente de Planejamento Operacional da Rede Escolar, Manoel Calazans, ressaltou a importância da iniciativa para o fortalecimento da autonomia escolar. “A autonomia financeira permite que cada escola resolva mais efetivamente suas dificuldades, incluindo a manutenção contínua dos seus espaços. Logo, a disponibilidade de recursos financeiros nas unidades escolares, via FAED, efetiva uma ação de gestão escolar mais próxima da realidade de cada unidade escolar”.

Para garantir a operacionalização do recurso e o alcance pedagógico nas escolas, a SEC organizará um documento contendo todas as orientações sobre a utilização do recurso e que será destinado a todos os 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE) e às unidades escolares. Além disso, para repassar as devidas orientações pedagógicas, a partir do mês de janeiro de 2021, serão realizados encontros, por intermediação tecnológica, com as respectivas coordenações dos programas e projetos, envolvendo a participação dos NTEs e de todas as unidades da rede estadual.

Sobre o FAED

Trata-se de um fundo de natureza contábil, instituído pelo Decreto nº 28.966, de 18 de fevereiro de 1982, que visa descentralizar recursos públicos para a melhoria da qualidade de ensino, possibilitando às unidades escolares estaduais o gerenciamento de seus recursos e atendimento das prioridades eleitas pela comunidade escolar. Seu objetivo é contribuir para a organização, a manutenção e o pleno funcionamento das unidades escolares do Estado.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

Milena Leal

Link

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

São Paulo confirma dois casos da variante inglesa do novo coronavírus

Artigo anterior

Servidora ganha bolsa de estudos integral através de parceria do Clube de Desconto

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em BA