Conecte-se conosco

BA

Especialista mostra como fazer vídeos interativos para dinamizar aprendizagem no ensino híbrido

Redação

Publicado

em

Especialista mostra como fazer vídeos interativos para dinamizar aprendizagem no ensino híbrido

Foto: Divulgação

A maratona de lives sobre recursos digitais para o uso no ensino híbrido, promovida pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), foi encerrada nesta-sexta (12), com o tema voltado para as plataformas adaptativas e de personalização (Khan Academy) e os vídeos interativos para a sala de aula invertida (EDpuzzle).

Ao longo da semana, professores, gestores e coordenadores pedagógicos das escolas estaduais da rede tiveram a oportunidade de conhecer recursos digitais e estratégias para diversas áreas do conhecimento, com aulas diárias sob o comando do especialista em tecnologias digitais Leandro Holanda. Esta e as lives anteriores promovidas pela SEC podem ser conferidas no Youtube.

Leandro Holanda falou sobre o último dia da live. “Tratamos da análise dos dados que se coleta quando utilizamos esses recursos digitais, a partir do olhar no planejamento do professor com base em dados”, explicou.

O professor também fez um balanço sobre a atividade durante a semana. “Tivemos muitas visualizações, mais de 14 mil, foi muito legal. O interessante é que ficou tudo gravado e os educadores podem assistir quantas vezes precisarem. O meu balanço é que foi muito positivo o trabalho, levando em conta que muitos têm ainda dificuldades de acesso, mas, por outro lado, temos muitos já mostrando as suas práticas e demostrando o impacto que teve esta ação teve em suas vidas”, afirmou.

A analista de Educação do Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CEIB), Larissa Santa Rosa, que teve uma participação na live, destacou o conceito de escola conectada. “É a escola que possui uma visão estratégica e planejada para a incorporação da inovação e da tecnologia em seu currículo e nas práticas pedagógicas, com equipe capacitada para uso de tecnologia, que utiliza recursos educacionais digitais selecionados e que dispõe de equipamentos e conectividade adequados. E, a partir de agora, uma escola conectada deverá ser capaz de ofertar ensino híbrido, utilizando a tecnologia para ampliar o tempo, o espaço e ritmo das experiências de aprendizagem dos estudantes”, disse.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

Luana Marinho

Link

Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA