0

Apesar da eliminação na primeira fase do ATP Finals, torneio em Londres (Inglaterra) que reuniu as oito melhores duplas de 2020, a parceria entre o brasileiro Bruno Soares e o croata Mate Pavic encerrou a temporada deste ano como a melhor do mundo pela Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), que atualizou o ranking nesta segunda-feira (23). É a segunda vez que o mineiro de 38 anos atinge essa marca. A primeira foi em 2016, ao lado do britânico Jamie Murray – com quem, inclusive, voltará a jogar a partir de 2021.

“É um momento muito especial, depois de uma frustração. A gente não pôde brigar pelo título do Finals, mas dormimos campeões mundiais. É uma grande honra e orgulho. Poder repetir o feito depois de 2016 é especial. É o momento de comemorar e entrar de férias com energia positiva, porque é um marco na carreira e tenho que curtir muito”, declarou Soares.

Com a queda na primeira fase, apesar de duas vitórias em três jogos, Soares e Pavic só terminariam o ano na liderança do ranking se o norte-americano Rajeev Ram e o britânico Joe Salisbury não fossem à final do Finals. Com a eliminação deles nas semifinais para o austríaco Jurgen Melzer e o francês Edouard Roger-Vasselin, a parceria Brasil-Croácia assegurou o primeiro lugar, com só 35 pontos de vantagem para Ram e Salisbury, que ficaram na segunda posição.

Em 2020, Soares e Pavic foram campeões do US Open (Estados Unidos) e vices em Roland Garros (França), dois dos quatro maiores torneios do circuito mundial, os chamados Grand Slams. Eles também foram finalistas do Masters 1000 de Paris (França).

O Brasil teve outro representante no top 10 das melhores duplas do ano. A parceria entre Marcelo Melo e o polonês Lukazs Kubot terminou a temporada em sétimo lugar. A partir do ano que vem, o brasileiro disputará o circuito ao lado de outro atleta – ele ainda não anunciou qual. Já no ranking por jogador, Soares é o brasileiro mais bem colocado, em sétimo, enquanto Melo ocupa a 10º posição.

O título de duplas do ATP Finals ficou com o holandês Wesley Koolhof e o croata Nikola Mektic. No domingo (22), eles derrotaram Melzer e Roger-Vasselin por 2 sets 1, com parciais de 6/3, 2/6 e 10/5.



Juliano Justo – Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional – São Paulo

Link

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Forças Armadas atenderão indígenas no Pará contra a covid-19

Artigo anterior

Cristo Redentor será iluminado hoje de vermelho

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Esportes