0

Continuando seu passeio por ritmos brasileiríssimos por excelência, o duo carioca GuaiaMoons segue promovendo sua visão multifacetada do rap em uma faixa inspirada pela guitarrada do Pará. Fazendo uma ponte regional e geracional que representa a pluralidade do Brasil, “Liberdade Guaiamun” é também uma canção dançante por uma vida sem amarras. O single já está disponível nas principais plataformas de streaming e ganha um vídeo performático.

Assista a “Liberdade Guaiamun”: https://youtu.be/wDcPXpPx0Hs

Ouça “Liberdade Guaiamun”: https://smarturl.it/LiberdadeGuaiamun

O duo formado pelo rapper McMãe e pelo músico e produtor Bernardo Massot mostra novas cores neste single. A inspiração veio após Massot desenvolver uma pesquisa sobre as guitarradas paraenses durante um trabalho ao lado do rapper Rapadura. “Ele veio com um riff e a harmonia, eu já pensei em uma letra pra cima, libertária, escrachada e dançante”, lembra McMãe.

A identidade da música ganhou forma com a participação especial do guitarrista Jayme Monsanto, que integra o projeto Noites do Norte (especializado em ritmos paraenses) e trabalhou com Massot na banda Whipallas; e pelo baixo de Ari Nascimento, integrante da banda Placa Luminosa e toca atualmente com Hungria Hip Hop, que trouxe o swing e o groove que a faixa pedia para acompanhar os beats.

GuaiaMoons busca na riqueza da música brasileira a sua principal inspiração para o projeto. Após a saudosista e praieira “Tempo Bom” e uma homenagem ao manguebeat em “Mangue”, os dois primeiros singles já revelados, “Liberdade Guaiamun” serve de um manifesto por uma vida sem limitações.

Confira o clipe “Mangue”: https://youtu.be/-oGqru_fLHQ

Confira o clipe “Tempo Bom”: https://youtu.be/0sRttp2TyX0

“A letra fala sobre a leveza de se desvencilhar de alguma pessoa ou situação que está te cerceando, julgando ou oprimindo. E aquela empolgação e ousadia de recomeçar o jogo zerado, sem peso nas suas costas. Tinha a ver com algo que eu estava passando na época mas optei em deixar o sentido bem aberto para canção ser uma espécie de ‘ode à liberdade’”, completa McMãe.

Ele atua no underground carioca desde 1997, ganhou projeção nacional ao lado do parceiro MC Fox, rendendo parcerias com nomes como ConeCrewDiretoria, Raimundos, Dibob, Forfun, Scracho e muitos outros. Atualmente também integra a banda de rock Carranca.

Já Bernardo Massot atua na área desde 2005 e já trabalhou com nomes como Nave, Edi Rock, Karol Conká, Negra Li, Projota, Rashid, Rincon Sapiência, além de Rapadura.

Na sonoridade do GuaiaMoons é possível identificar muitas vertentes e estilos, indo do boombap ao trap. Elementos caiçaras inserem-se no contexto cosmopolita, com batidas eletrônicas e instrumentos orgânicos. Essas facetas vão se revelando a cada novo single, como é o caso de “Liberdade Guaiamun”, já disponível para streaming e como clipe dirigido pela banda com efeitos de Igor Torres.

Assista a “Liberdade Guaiamun”: https://youtu.be/wDcPXpPx0Hs

Ouça “Liberdade Guaiamun”: https://smarturl.it/LiberdadeGuaiamun

Ficha técnica

Guitarra: Jayme Monsanto

Baixo: Ari Nascimento

Produção musical: Bernardo Massot

Co-produção: Nixon Silva

Letra e voz: McMãe

 

Efeitos Visuais: Igor Torres

Baixo: Ari Nascimento

Guitarra: Jayme Monsanto

Edição/Montagem: Rodrigo Lemos

Assistente de Direção/Figurino: Lívia Rios

GuaiaMoons: Bernardo Massot e McMãe

 

Letra

 

Eu já tô livre pra voar

Eu já tô livre pra viver

Eu já tô livre pra zoar

Eu já tô livre de você

 

Deixei um recado na nota de cem

Já tô sem paciência com você também

Te pedi na moral e você não para

Fala, fala, fala e não escuta ninguém

Arranhou o teu disco e ainda quer ser DJ

Teu papo encheu o saco e tu tá cheio de grão

Onde cê quer chegar assim eu não sei

Me diz o que é que eu faço então

Já falei uma vez e vou falar de novo

Mano, já desencanei do teu papo torto

Já falei uma vez e vou falar de novo

 

Jabá com jerimum, Guitarra do pará

Mas eu te vi que nem tatuí na areia do mar

Ouvi dizer que o guaiamum é um caranguejo azul

Que na lama vai te beliscar

 

Eu já tô livre pra voar (a lili cantou)

Eu já tô livre pra viver (liberdade!)

Eu já tô livre pra zoar (a lili cantou)

Eu já tô livre de você (liberdade!)

 

Antes de cair a tarde o sol em brasa anunciava

Que a noite chegaria com a verdade que tardava

Diz que “caranguejo brabo vai pra feira amarrado”

E caranguejo safo de fininho sai de lado

Pela estrada escura eu fui cantando liberdade

Embarquei nessa loucura, me larguei nessa viagem

Tô sem controle que nem trem desgovernado

Tava preocupado aqui agora eu tô aliviado

 

Já falei uma vez e vou falar de novo

Mano, já desencanei do teu papo torto

Já falei uma vez e vou falar de novo

 

Jabá com jerimum, Guitarra do pará

Mas eu te vi que nem tatuí na areia do mar

Ouvi dizer que o guaiamum é um caranguejo azul

Que na lama vai te beliscar

Jabá com jerimum, Guitarra do pará

Mas eu te vi que nem tatuí na areia do mar

Ouvi dizer que o guaiamum é um caranguejo azul

Que na lama vai te beliscar

 

Siga GuaiaMoons:

www.instagram.com/guaiamoons

www.twitter.com/guaiamoons

www.facebook.com/guaiamoons

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Ludmilla testa positivo e desfalca Atlético de Madri

Artigo anterior

Santos e Boca Juniors empatam sem gols na Bombonera

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Clip