0

Utilizada como objeto de estudo, a Corregedoria da Polícia Militar estará em foco no Congresso Nacional de Ciência Política, através do capitão Márcio Rios, lotado na casa correicional, que vai apresentar a pesquisa científica com o tema “Teorias de controle interno da atividade policial”, no 12º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP), na sexta-feira (23), às 14h, em plataforma online.

Pela primeira vez na história, em três décadas de existência, a Corregedoria foi utilizada em produção de conhecimento científico. “Os benefícios da pesquisa são muitos, desde institucionalmente até para a própria sociedade. Foi realizado um mapeamento de todo o processo do trabalho correicional, desde a recepção da demanda externa até o resultado da apuração final, com o objetivo de promover mais celeridade e eficiência a esse atendimento”, explica o capitão, autor do estudo de caso, mestre em Segurança Pública pela Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia (Ufba).

A pesquisa leva a segurança pública baiana à discussão em âmbito nacional, onde renomados pesquisadores da área estarão reunidos, além de diversos profissionais da área. Ele representa a Corregedoria e a Ufba como único participante da Bahia com a apresentação “ Cultura Democrática e Accountability nos Organismos Policiais: um estudo de Caso da Corregedoria da PMBA”, através da plataforma Zoom e canal do Youtube da ABCP.

O evento acontece desde o dia 19 e segue até o dia 23 em formato online. O objetivo dos encontros na Bienal da ABCP é promover e incentivar as produções científicas, utilizando temas atuais relacionados à ciência política nacional e internacional. Mais informações estão disponíveis através do site https://abcp2020.sinteseeventos.com.br/.

Fonte: Ascom/Polícia Militar da Bahia (PMBA)

Milena Leal

Link

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Em sabatina Kássio Nunes responde sobre aborto, armas e lava jato

Artigo anterior

Judô brasileiro volta a competir sexta em Grand Slam, na Hungria

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em BA