0

O Índice de Confiança do Comércio, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), recuou 0,9 ponto de dezembro de 2020 para janeiro deste ano e chegou a 90,8 pontos, em uma escala de zero a 200. Com o resultado, o indicador registrou a quarta queda consecutiva.

A confiança caiu em três dos seis principais segmentos do comércio pesquisados pela FGV. A queda foi puxada pelo Índice da Situação Atual, que mede a confiança do empresário no momento presente e que recuou 3,6 pontos, atingindo 90 pontos, o menor nível desde junho de 2020 (86,1).

Já o Índice de Expectativas, que mede a confiança no futuro, subiu 2 pontos e chegou a 92,1.

“A piora segue influenciada pela redução no ritmo de vendas atual, resultado da cautela dos consumidores. Apesar do avanço das expectativas em relação aos próximos meses, a melhora ainda não reflete otimismo, apenas uma redução do pessimismo. Diante desse cenário, ainda não é possível vislumbrar uma retomada consistente do setor nos próximos meses, que depende da recuperação do mercado de trabalho e da confiança do consumidor”, disse o pesquisador da FGV Rodolpho Tobler.

Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil

Link

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Cidade do Rio começa nova fase de vacinação contra covid-19

Artigo anterior

Governo da Bahia busca novas alternativas de vacina contra a Covid-19

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Economia