Conecte-se conosco

Esportes

Ainda pendente, Campeonato Amazonense de 2020 tem recomeço adiado

Publicado

em

Ainda pendente, Campeonato Amazonense de 2020 tem recomeço adiado

Único torneio estadual do país cancelado no ano passado, o Campeonato Amazonense de 2020 recomeçaria do zero nesta quarta-feira (10). No entanto, o colapso no sistema de saúde do estado devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19) e a campanha do Manaus na Copa Verde – classificado às semifinais – levaram a Federação Amazonense de Futebol (FAF) a postergar a primeira rodada para a próxima segunda-feira (15).Ainda pendente, Campeonato Amazonense de 2020 tem recomeço adiado

Segundo o boletim epidemiológico da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) do Amazonas, divulgado ontem (8), o estado tem 336 pacientes infectados pela covid-19 no aguardo de transferência para leitos hospitalares. A taxa de ocupação nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) é de 93,8%. Em janeiro, foram registradas mais de 2,5 mil mortes pelo novo coronavírus, com episódios de falta de oxigênio nos hospitais locais.

Paralelo a isso, o Manaus está na semifinal da Copa Verde – também referente a 2020 – após eliminar o Paysandu nas quartas de final. Na semifinal, o Gavião terá pela frente mais um time paraense, o Remo. Os manauaras podem ter de duas a quatro datas (se chegarem à final) voltadas às competição regional. A FAF, por sua vez, reservou cinco datas para o novo Amazonense, com intuito de realizá-lo rapidamente: três para a fase de grupos, uma para as semifinais e outra para a decisão.

Por avaliar que o clube da capital “inevitavelmente teria a programação de seus jogos afetada por conta do conflito de datas”, a federação estabeleceu que a programação das partidas será definida “de acordo com a caminhada do Gavião do Norte na Copa Verde”. Conforme a entidade, “a decisão foi tomada em consenso” com os sete clubes participantes do Estadual.

Atual tricampeão, o Manaus está no Grupo A do Amazonense, com Amazonas, Nacional e Penarol. Já o Grupo B tem Fast Clube, Iranduba e São Raimundo. Os times de mesma chave jogam entre si e os dois primeiros avançando às semifinais. No mata-mata e na decisão, as equipes classificadas se enfrentam em partida única.

Imbróglio na Justiça

Originalmente, a edição 2020 do Barezão – como é conhecido o Estadual do Amazonas – teve início em janeiro do ano passado. Em meio à pandemia, o torneio foi suspenso em março, durante o segundo turno, e posteriormente encerrado. Isso gerou um imbróglio para definição das vagas em competições nacionais, pois a FAF indicou os times de melhor campanha até aquele momento para representar o estado na Série D do Campeonato Brasileiro (Amazonas e Penarol) e na Copa do Brasil (Manaus e Amazonas) de 2021.

Os critérios não foram aceitos por Fast e Nacional, que acionaram o Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas (TJD-AM). O caso foi parar no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que determinou a anulação do Estadual. Em dezembro, a federação convocou uma reunião com os oito times envolvidos no Amazonense para organizar um novo Barezão 2020, sem rebaixamento. A única ausência será do Princesa do Solimões, que desistiu alegando preocupação com o estágio da pandemia da covid-19 no estado.

Também não acabou

Outros dois estaduais de 2020 ainda não conheceram os campeões – Goiano e Tocantinense – e retornarão a partir desta quarta-feira (10). O estádio Antônio Accioly, na capital, será palco das quartas de final do Estadual Goiano, entre Atlético-GO e Anápolis, às 17h (horário de Brasília). Às 21h, Goiás e Aparecidense se enfrentam no estádio da Serrinha  Na quinta-feira (11), o Vila Nova visita o Jaraguá no estádio Amintas de Freitas, em Jaraguá (GO), às 15h30, enquanto Goianésia e Crac se enfrentam às 16h no estádio Valdeir Oliveira, em Goianésia (GO).

Goiás e Atlético-GO disputam a reta final do Goiano ainda envolvidos com a Série A do Campeonato Brasileiro (também de 2020). O Verdão tenta escapar do rebaixamento à Série B, enquanto o Dragão sonha com vaga em competições sul-americanas. O Vila Nova se divide entre o Estadual e a Copa Verde, onde é semifinalista e terá como adversário o Brasiliense. A competição regional dá vaga direta à terceira fase da Copa do Brasil, o que já garante uma premiação de R$ 1,5 milhão.

Também amanhã (10), ocorre o jogo de ida da final do pelo Campeonato Tocantinense: às 16h,  Tocantinópolis e Palmas jogam no estádio João Ribeiro, o Ribeirão, em Tocantinópolis (TO). A volta será no domingo (14), no estádio Nilton Santos, em Palmas.



Lincoln Chaves – Repórter da TV Brasil e Rádio Nacional

Link

Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Light Dark Dark Light